VITERGAN ZINCO – O que é, como funciona e preço

Um desafio enfrentado por boa parte das pessoas é conseguir manter uma dieta rica em nutrientes que promovam a absorção correta de vitaminas, minerais, carboidratos, e proteínas pelo organismo.

O motivo por trás dessa situação é a falta de tempo da população, pois normalmente estão ocupadas com o trabalho, família, estudo ou algumas outras atividades, de modo que a alimentação correta acaba ficando em último plano.

Para solucionar essa situação alguns suplementos são ofertados, eles agem no corpo repondo as substâncias importantes ao funcionamento do organismo, alguns também ajudam a melhorar a força e desempenho de atividades físicas.

Existe um suplemento que atua repondo as vitaminas e minerais que o indivíduo necessita, em especial oferece o zinco, essa substância é conhecida pelo nome de vitergan zinco.

Este artigo explicará o que é vitergan zinco, como funciona, indicações, contraindicações, uso na gravidez, riscos, consumo em excesso, precauções e preços.

Saiba mais sobre o vitergan zinco e esclareça suas dúvidas com relação ao assunto.

O que é

Vitergan Zinco é um elemento polivitamínico, em sua composição então presente algumas substâncias como minerais. Ele atua como antioxidante combatendo os radicais livres (moléculas que surgem no organismo e são capazes de prejudicar a atividade dos órgãos).

vitergan zinco o que é
O vitergan zinco é um polivitamínico que traz muitos benefícios para a sua saúde

Quanto à reposição dessa substância destaca-se o zinco, no entanto ele também pode ser obtido através de determinados alimentos, como, por exemplo, camarão, frango, peixe, grãos integrais e legumes.

O vitergan apresenta algumas contraindicações, sendo importante a sua ingestão somente após consulta com o profissional nutricionista para que as doses possam se adequar a necessidade do indivíduo.

Como funciona

O vitergan zinco promove a suplementação de minerais antioxidantes, principais vitaminas e oligoelementos, eles atuaram eliminando os radicais livres presentes em todo o organismo.

Esse produto não pode ser partido ou mastigado. O consumo dos comprimidos devem ser junto com algum líquido e por via oral.

Geralmente se recomenda a ingestão de 1 a 2 comprimidos/dia. A utilização desse suplemento se tomado por outra via, não sendo a oral, pode gerar a perda dos resultados esperados ou até causar prejuízos ao indivíduo.

A orientação de uso deve ser seguida corretamente. Em caso de dúvidas ou efeitos negativos o paciente deverá consultar o médico.

Indicações

O vitergan zinco apresenta algumas indicações e pode ser usado nas situações citadas abaixo:

  • Utilizada para evitar e remover os radicais livres que se encontram em indivíduos fumantes, alcoólatras, sedentários, pessoas que estão expostas a um ambiente de grande poluição atmosférica e aqueles que realizam exercícios extenuantes;
  • Preveni e auxilia a terapêutica de patologias cardiovasculares e isquêmicas;
  • Ajuda a terapêutica das patologias de natureza reumática;
  • Recomendada para terapêutico de neoplasias;
  • Coadjuvante terapêutico para doenças derivadas de distúrbios no metabolismo dos carboidratos;
  • Auxilia no controle do desenvolvimento de metástases nos métodos terapêuticos oncológicos, como, por exemplo, pós-radioterapia, pós-operatórios e pós-quimioterapia;
  • Obtida para melhora o estado imunológico geral;
  • Usada para atua no auxílio das funções cognitivas e o desempenho físico;
  • Recomendada em casos de necessidade do aumento da capacidade reprodutiva;
  • Preveni crises de agudização de pancreatite crônica;
  • Retarda o envelhecimento das células e o desenvolvimento de catarata;
  • Indicado para reduzir a morbidade pós-operatória em indivíduos de idade avançada;
  • Diminui os efeitos colaterais da utilização crônica de neurolépticos em pacientes psiquiátricos.

Contraindicações

O consumo de vitergan zinco não deve ser feito sem a orientação do profissional da área e seu uso está contraindicado para:

  • Pessoas com hipersensibilidade a qualquer uma das substâncias presentes na fórmula do suplemento;
  • Indivíduos que estão em tratamento com retinóides;
  • Grávidas e lactantes sem recomendação médica.
  • Menores de 14 anos.

Uso na gravidez

O vitergan zinco deve ser usado por grávidas e lactantes somente com autorização médica, o profissional irá examinar a paciente, verificar as especificações de cada uma e conforme o resultado ele liberará o uso ou não.

Riscos

Semelhante a qualquer suplemento o uso do vitergan pode ocasionar alguns efeitos colaterais no organismo, eles podem ser:

  • Vermelhidão e manchas na pele;
  • Ânsia de vômito;
  • Vômito;
  • Inflamação no esôfago;
  • Sensação de queimação intestinal;
  • Dor no abdômen;
  • Sonolência;
  • Cansaço;
  • Obstrução gastrintestinal;
  • Diarreia;
  • Insônia;
  • Modificação da atividade dos ovários e testículos;
  • Gosto de metal na boca;
  • Dores de cabeça;
  • Creatinúria;
  • Cólicas intestinais.

Você também pode gostar destes conteúdos:

Consumo em excesso

Essa substância deve ser tomada conforme orientação médica, pois em caso de consumo em excesso pode causar:

  • Baixa na pressão arterial;
  • Vermelhidão no rosto;
  • Sensibilidade nos músculos;
  • Ânsia de vômito;
  • Vômito;
  • Diarreia com sangue;
  • Colapsos cardiovasculares;
  • Tosse;
  • Cansaço;
  • Neuropatia;
  • Irritação;
  • Irritação e corrosão gastrintestinal;
  • Dor no estômago;
  • Dor no abdômen;
  • Dificuldade em se concentrar;
  • Tontura;
  • Febre;
  • Hiperreflexia;
  • Sonolência;
  • Pigmentações amarelas ou alaranjadas na pele;
  • Inflamação nas pregas da pele ao redor da unha;
  • Tremores;
  • Desidratação;
  • Degeneração do túbulo renal;
  • Distúrbio no rim;
  • Redução de peso.

Caso o indivíduo consuma uma dose muito alta desse suplemento, ele deverá procurar imediatamente um médico ou hospital especializado em intoxicação.

Precauções

A pessoa que toma vitergan zinco deve se atentar a algumas recomendações e precauções:

  • Em situações de hipersensibilidade ao suplemento é orientado suspender o uso;
  • Não se deve ingerir doses maiores que as indicadas pelo médico;
  • Indivíduos fumantes ou com histórico de exposição ao amianto precisam evitar o consumo de doses superiores a 20 mg ao dia de betacaroteno, pois a alta ingestão pode estar associada com o aumento do risco de câncer de pulmão, câncer de próstata e mortalidade cardiovascular;
  • Não existe restrições ligadas ao uso de vitergan zinco em idosos e grupos especiais, sendo necessário apenas se atentar as contraindicações e advertências do suplemento;
  • Mulheres devem informam ao médico se estão grávidas ou amamentado antes de consumir a substância;
  • Esse produto não deve ser consumido por menores de 14 anos;
  • A absorção dos compostos desse suplemento pode ser diminuída se consumido juntamente com neomicina, óleos minerais, estrógenos, ferro, orlistate, penicilamina, quinolonas e tetraciclinas;
  • A utilização simultânea de vitamina E e substâncias anticoagulantes ou antiplaquetários, é capaz de elevar o risco de sangramento;
  • Orienta-se a ingestão de antibióticos duas horas antes ou entre quatro a seis horas depois de tomar o suplemento;
  • Pacientes que estão em tratamento quimioterápico precisam ser consultados por um médico antes da suplementação do vitergan zinco, isso porque é possível que a vitamina C diminua a funcionalidade dos medicamentos usados na quimioterapia;
  • A obtenção de retinoides é capaz de gerar um efeito tóxico aditivo através do suplemento de vitamina A;
  • Indivíduos que tenham falência renal que administram alumínio cronicamente, previsão evitar a suplementação de vitamina C em quantidades maiores do IDR, devido poder elevar os níveis de alumínio obtido;
  • A vitamina C contribui com a diminuição de 14% dos níveis de indinavir;
  • A utilização simultânea de vitamina C e aspirina é capaz de gerar uma elevação na eliminação da vitamina C;
  • Se consumida em grandes quantidades, algumas medicações quimioterápicas podem diminuir os níveis de vitamina E;
  • Repetidas infusões de EDTA são capazes de elevar a excreção renal de zinco entre 10 a 25 vezes e diminuir as taxas séricas em até 40%;
  • O alto consumo de álcool pode elevar os efeitos negativos da vitamina A;
  • A nicotina e o tabaco reduzem as taxas plasmáticos de vitamina C no corpo;
  • Algumas informações indicam que altas doses de vitamina E são capazes de atrasar a resposta dos glóbulos vermelhos em suplementos de ferro para situações de anemia em lactantes;
  • A alta ingestão de álcool por um tempo muito longo pode está relacionado a alterações na absorção e elevação da excreção renal do zinco;
  • A absorção de vitamina A e vitamina E pode ser aumentada pela presença de gordura nos alimentos;
  • O fitato cria complexos com o zinco, de modo que eles não conseguem ser absorvidos;
  • As proteínas animais elevam a capacidade de absorção do zinco;
  • Não é indicado o consumo de produtos que contenham zinco junto com a obtenção de café, isso porque essa ação pode diminuir a absorção em até 50% da substância se relacionada com a ingestão por água;
  • Se consumida em doses maiores, a vitamina E é capaz de elevar a duração de pró-trombina em pacientes usando alguns agentes anticoagulantes. Se obtida por longo tempo podem reduzir os níveis de testosterona em homens de idade mais avançada;
  • Se ocorrido intoxicação por selênio os índices de creatinina quinase estão altos, sendo possível modificar o segmento ST no eletrocardiograma, podendo também gerar alterações nas identificações das ondas T do infarto miocárdico;
  • Em situações de fibrose cística, infecções intestinais, cirrose no fígado, patologias pancreáticas e celíaca, existe uma diminuição na absorção de vitamina A;
  • Indivíduos que possuem patologias hepáticas são capazes de ter hipervitaminose A e hepatotoxicidade;
  • Pessoas diabéticas, com distúrbios hemorrágicos e de coagulação, possuindo intoxicação idiopática de cobre, se realizaram angioplastia ou se tenham doença de Wilson, precisam fazer uso do suplemento com cuidado para não agravarem essas situações;
  • Se a vitamina C for consumida em altas doses podem elevar o risco do aparecimento de pedras nos rins;
  • Pessoas que tenham artrite reumatoide terão a absorção de zinco reduzida;
  • Se no período da gravidez a mulher ingerir vitamina A em quantidades maiores que 10.000 UI/dia poderão ter teratogenicidade e embriotoxicidade;
  • Pessoas com deficiência de vitamina K podem ter os defeitos da coagulação agravados se consumida vitamina E;
  • O uso de outro medicamentos devem ser informados ao médico antes de ser feita a suplementação com vitergan zinco.

vitergan zinco superdosagem
O vitergan zinco deve ser ingerido apenas na quantidade recomendada pelo seu médico para não gerar problemas a saúde

Preços

O vitergan zinco pode ser comprado em farmácia com valores entre R$ 52,90 a R$ 73,40, os preços podem variar de acordo com a farmácia e região.

Gostou deste artigo sobre Vitergan Zinco? Então deixe um comentário e curta O universo da saúde no Facebook!