Home / Doenças / Doenças do Coração / Aneurisma da aorta abdominal: o que é, causas, sintomas, tratamento

Aneurisma da aorta abdominal: o que é, causas, sintomas, tratamento

O aneurisma se trata de uma dilatação. Nesse caso, em especifico, ocorre nessa artéria (aorta), mais precisamente na região do abdômen. Hoje em dia há tratamento para o aneurisma da aorta abdominal que se mostra muito eficaz, mas apenas quando ele é diagnosticado precocemente. Como na grande maioria dos casos o paciente não apresenta qualquer sintoma de aneurisma da aorta, raramente o paciente procura o médico para iniciar o tratamento e deixa o caso se agravar.

Se por um lado alguns pacientes são assintomáticos, por outro existem aqueles que apresentam sintomas, mas não acreditam ser sério. Afinal, dores nas costas, abdômen e até nas pernas, qualquer pessoa pode sentir sem ter qualquer relação com o aneurisma de aorta abdominal.

É por isso que a informação faz tanta diferença. Conhecer os fatores de risco, os sintomas e também as opções de tratamento existentes para o aneurisma da aorta abdominal é de grande importância para evitar que o caso se agrave. Vamos conferir tudo isso?

O que é aneurisma da aorta abdominal

O corpo é formado por diversas artérias, mas uma delas possui uma relevância maior, a aorta. Isso acontece porque ela sai direto do coração e desce em paralelo a coluna vertebral, para que o sangue oxigenado seja distribuído para todos os órgãos do corpo. No entanto, suas paredes sofrem pressões muito altas e a razão para que isso ocorra é o fato dessa artéria sair diretamente do coração.

O AAA (aneurisma da aorta abdominal) trata-se de uma dilatação ou protuberância que está localizada no abdômen, cujo interior está preenchido de sangue e possui mais de 3 cm ou seu diâmetro é 50% maior que o normal.

Conforme o tempo vai passando, a aorta corre o risco de ficar mais fraca e, devido à força que a pressão arterial possui, essa protuberância pode acabar se rompendo. É justamente isso que vai ocasionar uma dor muito forte no paciente, nas costas ou abdômen, seguida de sangramento interno.

O paciente pode ficar com sua pressão arterial baixa e até perder a consciência em razão da ruptura do aneurisma. Nos casos que o sangramento ocorre no interior da cavidade abdominal, ele pode até ir a óbito. Como este é um quadro grave, é preciso fazer uma cirurgia para que tal condição seja revertida.

Nos casos que o aneurisma da aorta abdominal não chega a esse grau de gravidade, mas é de grandes dimensões, ele pode ser sentido ao pressionar o abdômen. Apesar de ser um quadro alarmante, é possível fazer um tratamento para evitar que sua ruptura aconteça.

Causas do aneurisma da aorta abdominal

Mesmo com o avanço da medicina e tecnologia, ainda não se sabe ao certo o que causa o aneurisma aorta abdominal. Afinal, ela tanto pode acontecer por uma fragilidade existente na parede dessa artéria, que permite o seu inchaço, quanto pode ser causada por artérias obstruídas, que é chamada de aterosclerose.

Essa possibilidade surgiu devido aos dados estatísticos que mostram que a artéria danificada possui placas de gorduras em seu interior. Mas a formação desse aneurisma também pode ter relação com lesões, hereditariedade e até outras doenças.

Fatores de risco do aneurisma da aorta abdominal

É verdade que as causas para o surgimento do aneurisma aorta abdominal não são totalmente conhecidas, mas existem alguns fatores de risco que estão associados ao seu surgimento, eles são:

  • Pressão arterial alta;
  • Pessoas da família que já apresentaram esse problema;
  • Artérias obstruídas;
  • Fumantes ou que tenham histórico de fumantes;
  • Pessoas que já passaram dos 50 anos de idade e são do sexo masculino;
  • Colesterol alto.

Sintomas de aneurisma da aorta abdominal

Na grande maioria das vezes, quem tem o aneurisma da aorta abdominal não apresenta qualquer tipo de sintoma. Afinal, em boa parte dos casos, seu crescimento acontece de forma lenta, o que permite que ele passe praticamente despercebido até o ponto que se rompe. Mas nada impede que seu crescimento ocorra de forma mais rápida ou que nem chegue a se romper.

Dor nas costas aneurisma aorta abdominal
Dores na parte inferior das costas pode ser um sintoma do aneurisma aorta abdominal

Quando ocorre a expansão do aneurisma de aorta abdominal, tanto o próprio paciente quanto o médico pode perceber que há uma palpitação na parte inferior ou meio do estômago, flacidez no peito ou até uma dor na região mais baixa das costas.

Nos casos que o paciente não possui qualquer sintoma, ele apenas irá se apresentar quando o aneurisma se rompe. Esse quadro é muito grave e sua evolução costuma apresentar dor abdominal que surge subitamente, hipotensão e massa abdominal que tem pulsação.

Este é um problema vascular que mais tem causado morte, já que muitas vezes não há tempo hábil para que o paciente seja levado ao hospital para receber o tratamento médico adequado.

Você também pode se interessar por estes artigos:

Taquicardia ventricular;

Revascularização do miocárdio.

Qual o tratamento para o aneurisma aorta abdominal

O objetivo do tratamento do aneurisma de aorta abdominal é fazer com que a artéria não se rompa. Isso pode ser feito através de acompanhamento ou cirurgia. Ou seja, não é porque um paciente tem esse tipo de aneurisma que ele passará por um procedimento cirúrgico, pois tudo depende de como está sua dilatação.

Quando o aneurisma detectado é pequeno, é natural que o médico decida fazer um acompanhamento daquele quadro clínico, enquanto realiza o controle dos fatores de risco que aquele paciente possui. É por isso que ele solicita a sua volta a cada seis meses ou até um ano. Assim ele poderá fazer uma avaliação de como está ocorrendo à evolução daquela protuberância.

Mas quando o aneurisma aorta abdominal possui diâmetros que o médico considera perigoso, não tem outro jeito a não ser fazer a cirurgia. Ela pode ser realizada de duas formas: técnica convencional ou técnica minimamente invasiva, que também é conhecida por cirurgia endovascular.

É fundamental que o paciente siga as recomendações que o médico passar, pois isso vai evitar e até prevenir que o aneurisma se rompa.

Cirurgia do aneurisma aorta abdominal

Na cirurgia que adota a técnica convencional, o cirurgião faz uma incisão ou abertura na cavidade abdominal. Ao obter acesso à região que está lesionada pelo aneurisma de aorta abdominal, ele pode separa-lá da parte principal da aorta e fazer sua substituição por um tubo sintético, que é conhecido por enxerto aórtico. Ao fazer a substituição, esse tubo é suturado naquele local.

cirurgia do aneurisma aorta abdominal
Cirurgia pode ser um tratamento eficaz para o aneurisma aorta abdominal.

A duração dessa cirurgia varia entre 3 e 4 horas e o paciente deve permanecer na unidade de tratamento intensivo por um dia, mas o tempo total que ele deve permanecer no hospital varia entre 7 e 10 dias.



Já a outra opção cirúrgica conhecida por técnica minimamente invasiva, não necessita de abertura na cavidade abdominal. O acesso ao local do aneurisma da aorta abdominal é feito através das artérias femorais, que estão localizadas na virilha.

Para que isso seja possível, é necessário utilizar um dispositivo especial, que é chamado de endoprótese, que realizará a separação do aneurisma do fluxo normal de sangue. Isso é feito sem que a aorta seja aberta de forma cirúrgica, e assim o sangue não terá como empurrar a parede da aorta que já se encontra dilatada. Esse é um procedimento que apresenta muitas vantagens, como redução no tempo de internação, que varia entre 2 e 4 dias, e uma incidência menor de complicações no primeiro mês.

Caso este artigo sobre aneurisma da aorta abdominal tenha lhe ajudado, deixe um comentário e curta O universo da saúde no facebook!


About Portal Universo da Saúde

Universo da Saúde - Um portal com conteúdos de qualidade sobre saúde, doença, causas, tratamentos, remédios caseiros e cuidados. Aproveite nossos conteúdos gratuitos e tome cuidado com a sua saúde.

Check Also

Fibrilação ventricular

Fibrilação ventricular: Principais Sintomas e Tratamentos

A fibrilação ventricular (ECG) consiste em um tipo de arritmia cardíaca, que acontece quando não …