Home / Tratamentos e Remédios Naturais / Bromidrose: o mau odor tem tratamento

Bromidrose: o mau odor tem tratamento

Você já ouviu falar em bromidrose? O termo está associado ao famoso “desodorante vencido”, aquele mau cheiro típico de cê-cê nas axilas. Mas apesar dos que muitos pensam, o mau odor pode não ter nenhuma relação com a falta de higiene.

A partir da adolescência, a bromidrose pode se instalar por meio do aumento de glândulas apócrinas (um dos responsáveis pelo suor) que alcançam um número muito maior que o normal. Com isso, contribuem para inúmeras bactérias causadoras do mau cheiro no corpo, levando ao constrangimento e a baixa autoestima.

Muitas pessoas podem considerar normal o mau cheiro proveniente de suor, mas o mau odor não é um bom sinal e indica multiplicação de bactérias na região afetada.

Neste conteúdo, vamos abordar o que é, como tratar e quais as dicas para evitar a bromidrose.

O que é bromidrose?

Bromidrose é o nome que se dá ao mau cheiro no corpo, que pode atingir as axilas (conhecido como cê-cê), os pés (chulé), virilha, couro cabeludo e ao redor dos mamilos.

Essa condição é provocada pela alta produção de glândulas apócrinas, um dos tipos de glândulas sudoríparas, que são responsáveis por regular a temperatura corporal e por produzir suor. As glândulas sudoríparas se subdividem em:

  • Écrinas

Sua função é termorreguladora (mantém a temperatura em torno de 36,5º) e está presente desde o nosso nascimento. As écrinas produzem e excretam suor feito de água e alguns sais, por isso, não há odor.

  • Apócrinas

São as glândulas que se desenvolvem em certas regiões, como as axilas, pés, couro cabeludo e ao redor dos mamilos. O suor que produzem é constituído de água, sais e restos celulares que, ao serem expostos em ambientes quentes e úmidos, sofrem a ação das bactérias e fungos que o decompõem. Isso explica o cheiro fétido.

Causas da bromidrose

Somente a ação das bactérias em ambientes propícios para a sua proliferação pode não ser suficiente para causar odores desagradáveis. Veja outras causas:

  • Alcoolismo;
  • Diabetes;
  • Alguns alimentos (alho, cebola, pimenta, curry);
  • Alguns hormônios;
  • Antibióticos.
alcoolismo bromidrose
O alcoolismo pode ser a principal causa de bromidrose, além de também levar a outras doenças que podem ser mais graves

Pessoas diabéticas ou com problemas hormonais podem sofrer de bromidrose devido ao uso de antibióticos.

Diagnóstico e tratamento da bromidrose

O mau odor exalado pelo corpo é, até o momento, a única forma de diagnóstico. Para tratar a bromidrose é necessário redobrar os cuidados com a higiene e isso também implica em manter o corpo bem seco após o banho, principalmente as regiões mais afetadas.

O tratamento pode ser efetuado da seguinte maneira:

Higiene

Manter o corpo limpo e seco, ainda mais em áreas como axilas, virilhas, sulco interglúteo e pés, ajudam a reduzir os maus odores.

Sabonetes antissépticos ou antibacterianos — para o corpo ou para as mãos — impedem a proliferação de bactérias, mas é bom lembrar que não impede o suor; o suor é normal, o odor não.

Você também pode gostar destes conteúdos:

Medicamentos

Em casos em que a higiene não seja suficiente, o médico poderá receitar alguns medicamentos, como as pomadas Eritromicina ou Clindamicina. Entretanto, seu uso deve ser limitado e apenas em último caso, pois as bactérias podem se tornar imunes a ação do medicamento.

Toxina botulínica e Cirurgia

Quando nenhuma das alternativas anteriores surtem efeito, o dermatologista pode indicar a toxina botulínica, um tratamento que visa paralisar a função das glândulas e, assim, reduzir os odores. No entanto, essa ação é temporária, precisando ser reaplicada a cada 6 meses.

Já a cirurgia consiste na retirada das glândulas apócrinas ou a lipoaspiração da região afetada. Assim como em qualquer procedimento cirúrgico, é necessário fazer exames pré-operatórios e realizar a cirurgia com profissional habilitado.

6 dicas para evitar os maus odores

Há algumas maneiras de controlar os maus odores com medidas simples e que podem ser eficazes, reduzindo o número de bactérias nas áreas em que o suor é mais predominante. Veja quais:

  1. Use desodorantes antitranspirantes ou aqueles que contêm alumínio, pois ajudam a conter o suor;
  2. Lave bem as roupas e evite repeti-las;
  3. Troque as roupas sintéticas pelas roupas de algodão. Isso vale para as meias também;
  4. Use produtos antibacterianos para os pés;
  5. Evite calçados apertados;
  6. Deixar sapatos em locais arejados para evitar umidade.

Outra dica importante para evitar os maus odores é remover os pelos das áreas críticas, como axilas e virilha. Os pelos impregnam bactérias e intensificam o mau cheiro, com isso, os desodorantes podem não ser tão eficientes.

Evitar o consumo de alimentos quentes e álcool também pode ajudar a tornar essas dicas mais efetivas.

Remédios caseiros para a bromidrose

Para quem não quer fazer uso das pomadas ou cirurgias citadas e quer apostar em soluções mais naturais, existem remédios caseiros que ajudam a controlar e a eliminar o mau cheiro, tais como:

  • Desodorante natural

É possível fazer o seu próprio desodorante com os seguintes ingredientes: 60 ml de hamamélis destilada, 10 gotas de óleo essencial de cipreste, 10 gotas de óleo essencial de alfazema e 10 gotas de extrato de sementes de toranja. Coloque tudo em um frasco vaporizador, agite e use o desodorante natural nas axilas.

  • Bicarbonato de sódio

O bicarbonato é multiuso, sendo ótimo em várias circunstâncias, incluindo o combate ao mau cheiro. Após lavar as axilas, aplique o bicarbonato de sódio e aguarde 20 minutos. Depois é só enxaguar a região e repetir o processo por 3 dias seguidos.

  • Limão

Limão é anti-inflamatório, regenerador e antisséptico, elementos eficazes na manutenção da pele, o que significa que essa fruta cítrica ajuda a eliminar as bactérias causadoras do mau odor.

limão remédio caseiro bromidrose
O limão é um remédio caseiro potente para a bromidrose e pode acabar com o mau odor rapidamente

Use metade do limão para passar nas axilas antes de tomar banho. Aguarde 10 minutos para que a área sofra a ação da fruta. Então tome banho e lave bem a área para remover todo o limão.

Este conteúdo abordou tudo o que você precisava saber sobre a bromidrose. Se o suor for excessivo e os odores continuarem, não hesite em procurar um médico. Somente ele poderá avaliar o seu caso e prescrever a melhor solução a fim de eliminar o mau cheiro e garantir maior conforto para a sua vida.

Gostou deste artigo sobre bromidrose? Então deixe um comentário e curta O universo da saúde no Facebook!


Veja!

dor couro cabeludo

Dor no couro cabeludo: causas e tratamentos

A dor no couro cabeludo é uma sensação incômoda e parece que o couro está …