Home / Doenças / Doenças Pulmonares / Câncer de pulmão: a mais temível das neoplasias

Câncer de pulmão: a mais temível das neoplasias

O câncer de pulmão é uma das doenças mais temíveis, pois seus sintomas iniciais são quase sempre imperceptíveis, e quando aparecem, o diagnóstico é tardio.

O crescimento desordenado de células malignas a partir de inúmeras agressões ao longo dos anos é o que leva ao surgimento do tumor. Essas agressões são causadas geralmente pelo cigarro, fator de risco mais comum para o câncer de pulmão.

Estima-se que o câncer pulmonar afeta 90% dos fumantes e 10% de não fumantes. É uma doença bastante agressiva, por isso, conhecer seus sintomas iniciais pode evitar uma metástase.

Neste conteúdo, vamos abordar o câncer de pulmão, seus tipos, causas e tratamentos que podem ser eficazes.

O que é Câncer de Pulmão?

Câncer de pulmão é a doença caracterizada por células malignas que cresceram de forma descontrolada após a destruição das células naturais do pulmão, ocasionada pela exposição excessiva ao cigarro ou outros agentes poluentes.

A fumaça do cigarro contém substâncias tóxicas que entram pelos brônquios, espalha-se pelos pulmões e chega nos alvéolos, onde fica presa. A sujeira torna-se semelhante a uma ponta de lápis, quando retirada através da cirurgia.

Tipos

Os subtipos de câncer de pulmão são determinados por meio de amostras da lesão, que podem ser:

Adenocarcinoma

Responsável por 40% de cânceres pulmonares, o adenocarcinoma é o tipo mais comum entre os não fumantes, e inicia nas células produtoras de muco, desenvolvendo-se de forma lenta.

Carcinoma de pulmão indiferenciado de grandes células

Conhecido como câncer de pulmão de células não pequenas, esse tipo costuma ser mais lento que o carcinoma de pulmão de pequenas células, no entanto, muito mais rápido que os outros tipos. É causa de cancro pulmonar em até 15% dos casos.

Carcinoma de pulmão de pequenas células

É o tipo mais agressivo de cancro nos pulmões, alastrando-se mais rapidamente e com alto risco de produzir metástase no cérebro e fígado, por exemplo.

Carcinoma epidermoide

O carcinoma epidermoide inicia nas células que cobrem as vias aéreas e encontra-se ao lado dos brônquios. É o tipo que mais tem ligação com o tabagismo e responsável por até 30% dos casos de cânceres pulmonares.

Causas

O tabagismo a longo prazo é o responsável na maioria dos casos de câncer pulmonar, afetando 90% dos homens e 70% das mulheres.

Fumar cancer de pulmão
Fumar é uma das causas para o câncer de pulmão

Mas existem outras causas, não necessariamente da fumaça de cigarros, que podem contribuir para um tumor no pulmão, tais como:

  • Exposição a agentes poluentes ou químicos;
  • Fumo passivo;
  • Sistema imunológico baixo devido a algumas doenças, como lúpus.

Quem está exposto à radiação, como no tratamento de outros cânceres, também tem chance de desenvolver o câncer de pulmão.

Grupos de risco

  • Histórico de fumo constante por anos;
  • Idade acima de 50 anos;
  • Ex-fumantes há menos de 15 anos;
  • Histórico de câncer pulmonar, tuberculose ou DPOC na família.

O número de cigarros fumados por dia e o tempo em que fuma são determinantes para o risco de ser acometido por tumores malignos, principalmente associado a outros grupos de risco.

Sintomas de Câncer de Pulmão

A dificuldade em diagnosticar o tumor está na semelhança dos sintomas com outras doenças, mas é importante analisar a duração de algum sintoma e as mudanças de características.

Alguns sintomas podem indicar um câncer em fase inicial ou metastático, tais como:

  • Tosse (com ou sem sangue);
  • Falta de ar;
  • Chiado no pulmão;
  • Rouquidão;
  • Cansaço;
  • Perda de peso;
  • Dor no tórax, peito ou ombros;
  • Náuseas e vômitos.

A metástase de um câncer pulmonar pode atingir o cérebro (causando dor de cabeça e problemas neurológicos), o fígado (dando ao paciente o aspecto amarelado, chamado icterícia), os ossos (ocasionando fraturas sob menor queda) e no próprio pulmão (levando a dor intensa nos ombros).

Você também pode gostar destes conteúdos:

Diagnóstico de Câncer de Pulmão

Como o câncer de pulmão dificilmente é detectado em sua fase inicial, pois muitas vezes a doença é assintomática, é aconselhável que a pessoa que fuma faça exames periódicos para que, se houver indícios do tumor, o tratamento possa surtir efeito e tenha maior chance de cura.

Exames de radiografia no tórax é feita inicialmente. Caso haja algum problema, o médico deverá pedir uma tomografia computadorizada do tórax. Se houver alterações que parecem de câncer, será necessário uma biópsia (retirada de um fragmento do órgão onde há a suspeita de câncer) para confirmar ou não a doença.

Um novo exame chamado tomografia por emissão de pósitrons (PET-TC) ajuda a detectar tumores menores, e até, em alguns casos, evitar procedimentos invasivos. A técnica usa os recursos da Medicina Nuclear (PET) com a radiologia (TC).

Tratamento de Câncer de Pulmão

Nem todos os pacientes podem se beneficiar da cirurgia, pois isso depende de alguns fatores. Por exemplo, somente os de fase inicial, carcinoma de células não pequenas, permite a cirurgia, visto que o carcinoma de células pequenas é bastante agressivo.

Se o tumor se disseminar para outros órgãos ou o paciente sofrer com outras doenças pulmonares ou cardíacas, a cirurgia também não poderá ser feita a fim de não arriscar ainda mais a sua saúde, podendo ser exigida a radioterapia e quimioterapia.



Complicações possíveis

As complicações em decorrência do câncer de pulmão estão relacionados a sua expansão, ou seja, quando eles avançam pelos órgãos.

insuficiencia respiratória cancer de pulmão
Insuficiência respiratória pode ser uma complicação do câncer de pulmão

Tais complicações podem ser insuficiência respiratória (devido a um líquido que surge na cavidade pleural ocupando todo o pulmão), insuficiência hepática, redução das funções cardíacas, e paralisia e lesões, caso atinja a coluna ou o sistema nervoso central (SNC).

Convivendo/ Prognóstico

Primeiramente, é de suma importância parar de fumar, já que o tabagismo é um dos principais responsáveis por problemas pulmonares.

Na maioria dos casos, o prognóstico para quem tem tumor maligno nos pulmões vai depender do diagnóstico. Sendo tardio, a taxa de sobrevida será abaixo de 5 anos, mesmo sob tratamento.

Expectativas

O carcinoma de células não pequenas, quando diagnosticado precocemente, oferece uma taxa de sobrevida maior, geralmente de 5 anos ou mais. Mas para isso, é importante as consultas periódicas e acompanhamento médico, já que o tratamento não exclui a possibilidade de um novo tumor nos pulmões.

Também vale destacar que o pulmão não fica imune de um novo ataque após o tratamento, portanto, não descuide da saúde, isto inclui não voltar a fumar.

Prevenção

O primeiro passo é evitar os fatores de risco e aderir a dicas de proteção.

Evite o cigarro

Qualquer forma de consumo de tabaco — cigarro, charuto, cachimbo — aumenta o risco para o câncer de pulmão muito mais do que para aqueles que não fumam.

Entretanto, o tabagismo pode elevar as chances de problemas de saúde para os fumantes passivos também. Além disso, a exposição a poluentes por muito tempo pode ocasionar em câncer no pulmão mesmo em quem nunca fumou.

Betacaroteno para fumantes

O betacaroteno é um nutriente presente em muitos alimentos, como a cenoura, e desempenha um bom papel para reduzir o câncer de pulmão.

Mas o betacaroteno não deve ser usado como única forma de acabar com a doença; ela serve apenas como apoio, sendo associado a outros tratamentos. Parar com o tabagismo ainda é o jeito mais eficaz de evitar ou tratar o cancro.

Cuide da alimentação

Manter uma alimentação adequada, rica em frutas e em verduras ajudam a reduzir os riscos de qualquer tumor. Praticar atividades físicas e ingerir bastante água são atitudes que podem proporcionar melhor qualidade de vida.

Caso este artigo sobre câncer de pulmão tenha lhe ajudado, deixe um comentário e curta O universo da saúde no facebook!


About Portal Universo da Saúde

Universo da Saúde - Um portal com conteúdos de qualidade sobre saúde, doença, causas, tratamentos, remédios caseiros e cuidados. Aproveite nossos conteúdos gratuitos e tome cuidado com a sua saúde.

Check Also

tuberculose

Tuberculose

Tuberculose é considerada uma doença gravíssima e contagiosa, cuja infecção inicia nos pulmões e compromete …