Home / Remédios / Cloreto de magnésio – O que é, como tomar e benefícios

Cloreto de magnésio – O que é, como tomar e benefícios

O cloreto de magnésio traz diversos benefícios à saúde humana, além de ser acessível a todos os poderes aquisitivos.

A cada dia que passa a alimentação está cada vez mais carente das vitaminas e sais minerais necessários para o perfeito funcionamento do corpo, neste contexto, surgem os suprimentos alimentares, como é o caso do cloreto de magnésio.

Quer tirar suas dúvidas sobre o assunto? Veja a seguir informações importantes a cerca do cloreto de magnésio.

O que é?

O cloreto de magnésio (MgCl2) funciona como um suplemento alimentar de origem mineral, trazendo diversos benefícios à saúde. Sua incorporação na alimentação é altamente indicada devido a carência deste mineral na alimentação atual, sendo que este sal inorgânico vem em poucas quantidades nos alimentos.

cloreto de magnésio o que é
Consulte o seu médico antes de utilizar o cloreto de magnésio para saber se não possui alguma reação adversa para esta substância

Ajuda a manter o corpo menos velho e combate diversas patologias, sendo um composto recomendável para todas as idades. É encontrado de forma natural no formato de cristais incolores com sabor amargo e estão de forma abundante dissolvidos na água do mar.

A Agência de alimentação e medicamentos dos EUA consideram o MgCl2 uma substância segura como ingrediente alimentício e suplemento nutricional, no entanto devido ao seu sabor amargo, não é comum sua utilização na culinária convencional.

Para que serve?

A suplementação alimentar é indicada para reposição de substâncias que são importantes para o funcionamento do corpo, mas que devido a fatores externos (industrialização) acabam limitando estas quantidades nos alimentos, dado que os solos estão cada vez mais pobres em nutrientes devido à produção intensiva que são submetidos, a absorção das plantas está cada vez mais comprometida, haja vista que não conseguem absorvem magnésio em abundância.

O cloreto de magnésio é um elemento fundamental para o organismo, pois, participa de aproximadamente 300 reações bioquímicas. Quando não há o consumo adequado, o individuo pode ter deficiência em magnésio ou hipomagnesemia.

Como ele age no organismo?

Como dito acima, o cloreto de magnésio participa de aproximadamente 300 reações químicas, desta forma, este suplemento vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. Este elemento é essencial para o bom funcionamento do organismo, participando de diversas reações vitais ao corpo, relacionadas principalmente as funções sanguíneas e a digestão eficaz dos alimentos. Dentre as formas com o que este mineral age no corpo, se destaca:

– Os minerais são eliminados em grandes quantidades pela urina (principalmente em diabéticos), sendo assim, o MgCl2 é uma boa opção para que não falte minerais nos demais processos realizados pelo organismo.

– Ajuda na passagem do sangue pelas veias e artérias, visto que dilata os vasos sanguíneos, prevenindo diversas doenças.

-É também um aliado da beleza, principalmente em mulheres, tendo em vista que aumenta os níveis de colágeno.

Você também pode gostar destes conteúdos:

Como tomar

Antes de tudo, é importante procura um cloreto de magnésio com boa procedência, há diversas opções e recomendações disponíveis na internet, este mineral está disponível em 3 versos, sendo elas: em pó, em cápsulas ou liquido.

O em pó tem como desvantagem o gosto amargo, para preparo do mesmo, deve-se diluir em água filtrada.

O em cápsulas geralmente é o mais caro, e deve ser tomado conforme a recomendação contida na caixa do produto.

O em gotas (liquido) possui preço intermediário, quando comparado aos demais, e também deve ser consumido conforme recomendação contida na caixa do produto.

O consumo do cloreto de magnésio deve ser acompanhado de uma boa hidratação, por isso, beba bastante água.

Benefícios do cloreto de magnésio

Como já mencionado em alguns momentos deste conteúdo, o cloreto de magnésio traz diversos benefícios para a sua saúde, sendo eles:

  • Melhora nas funções cerebrais: estudos feitos sobre o tema confirmam que a concentração adequada de MgCl2 contribui para o aprendizado e para melhora da memória, seja a longo ou curto prazo. Neste caso, o cloreto de magnésio aumenta à densidade e a elasticidade das sinapses que acontecem no cérebro, principalmente as correlacionadas com a função da memória. Além disso, existe no mercado um outro composto (mais recente) que é chamado de magnésio-L-treonato ou MgT, este se mostra eficaz como protetor da sinapses e pode vir a prevenir males degenerativos, como o Mal de Alzheimer, por exemplo.
  • Fortalecimento dos ossos: o magnésio tem uma forte correlação com os ossos e seu metabolismo, isso porque sua deficiência no corpo está ligada com doenças como a osteoporose e demais que diminuem a densidade óssea. Diversos estudos mostram que há uma melhoria eminente na saúde dos ossos após o consumo deste suplemento, neste caso pode ser combinado com potássio.
  • Auxilia no processo de combate a infecções: desde 1915 o cloreto de magnésio vem sendo utilizado para curar feridas, sendo que um cirurgião francês Pierre Delbet foi o primeiro a descobrir este uso. Desta forma, o uso tópico deste mineral não prejudica os tecidos, possui um efeito positivo sobre as atividades de leucocitária e de fagocitose, além disso, o uso oral tem efeito imunoestimulante capaz de combater infecções diversas.
  • Previne e trata enxaquecas e/ou dores de cabeça: há comprovações cientificas de que o cloreto de magnésio é uma excelente opção para prevenção de enxaquecas, sendo tolerável (não causa náuseas), segura (não oferece riscos) e barata. Também se mostra eficiente no tratamento de diversas derivações de dores de cabeça.
  • Previne e trata a perda de audição: a perda de audição é um problema comum e esta relacionada a distúrbios metabólicos. A forma com que o magnésio age neste caso ainda não é totalmente conhecida, porém, devido a ser um tratamento seguro e praticamente sem contraindicações, pode ser usado para prevenir ou tratar a perda de audição, principalmente nos casos induzidos por ruídos.
  • Combate ao estresse: o nível de estresse de um individuo esta diretamente ligado a quantidade de magnésio que existe no corpo do mesmo, e quanto maior estes níveis, maiores são as percas, além de que o magnésio possui papel protetor para diminuição dos efeitos adversos do estresse, o qual é potencializado pela hipomagnesia.
  • Prevenção e tratamento contra transtornos psicológicos: estudos científicos também mostraram que o consumo diário de magnésio é um importante agente que previne transtornos psicológicos, principalmente, nos casos de depressão e ansiedade.
  • Reduz a frequência e intensidade de vícios: o uso interno de cloreto de magnésio reduz a intensidade dos vícios, tais como: álcool, cigarro e cafeína. Assim como também se mostra eficaz na reabilitação de drogas ilícitas, isso porque seu efeito moderador estimula o sistema de recompensa do cérebro e reduz a atividade de substancias relacionada com o consumo compulsivo.
  • Diminui o risco de doenças cardiovasculares e hipertensão: o consumo de cloreto de magnésio repõe as deficiências tidas na alimentação, diminuindo a pressão arterial e riscos de doenças cardiovasculares e derrames, sendo que a hipertesão é um dos maiores fatores de risco para estas condições.
  • Combate asma (principalmente em crianças): há um estudo que diz que crianças que faziam uso do cloreto de magnésio tinham melhora de 80% nas funções pulmonares, em adultos, o mineral não se mostrou eficaz.
cloreto de magnésio asma em crianças
O cloreto de magnésio pode diminuir os sintomas da asma em crianças rapidamente, mas não tem efeito em adultos por terem o organismo mais complexo e resistente a substâncias

Efeitos colaterais

O consumo diário de cloreto de magnésio não possui efeitos colaterais intensos e frequentes, mas há casos em que pode causar desconfortos como: enjoo, vômito e diarreia. Em casos de super dosagem (consumo de altas concentrações) pode levar a pessoa a quadros de hipotensão, fraqueza dos músculos e dificuldades respiratórias.

Contraindicações

Por ser considerado um substancia muito seguro o cloreto de magnésio só não é recomendado a: pessoas que tenham problemas nos rins, miastenia grave ou que estão passando por períodos com diarreia, dada suas propriedades laxativas.

Gostou deste conteúdo sobre cloreto de magnésio? Então curta agora mesmo nossa página do Facebook: O universo da saúde no Facebook!


Veja!

dermacosmeticos

Dermocosméticos

Os dermocosméticos já são conhecidos das mulheres, principalmente as que estão acima dos 30 anos …