Home / Doenças / Doenças de Pele / Dermatite atópica: conheça as causas, sintomas e tratamentos

Dermatite atópica: conheça as causas, sintomas e tratamentos

Você sabe o que é dermatite atópica? Sempre confundida com psoríase, a dermatite atópica atinge crianças e adultos, principalmente com pele muito seca ou histórico de asma ou rinite alérgica na família, por isso também é considerada de origem alérgica.

Coceira, vermelhidão e prurido são comuns na dermatite atópica, uma doença crônica que atinge a pele e pode acometer o rosto, pescoço, braços, além de outras partes do corpo.

No conteúdo abaixo, você aprenderá tudo sobre a dermatite atópica, seus principais sintomas, causas e quais os melhores tratamentos para aliviar essa doença.

O que é dermatite atópica

Dermatite atópica – também chamada de eczema atópica ou neurodermatite – é uma doença crônica e inflamatória que causa coceira e lesões na pele. Dentre estas lesões estão vermelhidão (eritema), inchaço (edema), pele ressecada, crostas e descamação, secreções da pele e manchas brancas (pitiríase alba).

As lesões mais comuns na dermatite atópica acontecem no rosto (em crianças), braço, nas pernas e nas costas.

Quais são as causas da dermatite atópica

Ainda que muitos afirmam que a dermatite atópica não possua causas conhecidas, há médicos que acreditam que a doença de pele tem origem emocional, hereditário ou genético, este último caracterizado por doenças secundárias como asma e rinite alérgica. Apesar disso, nem todas as pessoas com alergia respiratória podem ser acometidas pela dermatite.

Há alguns outros fatores que colaboram para o surgimento da dermatite atópica:

  • Alimentos (leite, ovo, amendoim, soja e peixe);
  • Estresse;
  • Frio ou calor intenso;
  • Contato com certas bactérias;
  • Banho quente;
  • Sabonetes antibacterianos;
  • Contato com metais, conservantes, produtos como detergente, sabão em pó, tecidos sintéticos e lã.

Esta última causa da dermatite atópica é chamada de dermatite de contato. Nela, o contato com qualquer coisa não natural pode irritar a pele, seja um brinco, um calçado ou um anel.

Sintomas da dermatite atópica

Os sintomas clássicos da dermatite incluem:

  • Pele seca;
  • Coceira;
  • Descamação;
  • Vermelhidão;

Quando não tratada, a pessoa também pode sofrer com pus e escurecimento da pele em casos graves. Quando formada uma crosta escura dá-se o nome de liquenificação.

Estes sintomas da dermatite atópica atingem os bebês em regiões das bochechas, parte da frente dos braços e pernas, e couro cabeludo. Áreas como a parte posterior dos joelhos, pescoço, dobras dos cotovelos, antebraços, pulsos e rosto costumam ser afetadas em caso de dermatite atópica infantil. Em adultos, é mais comum a doença se manifestar no pescoço, mãos e pés, mesmo sendo mais comum aparecer em crianças de até 5 anos.

Dermatite atópica tem cura? Tratamentos recomendados

Existem tratamentos para a dermatite atópica? Antes é importante compreender que, como se trata- de uma doença de causas desconhecidas, mas com vários fatores de risco, a dermatite atópica não tem cura. Ela não é contagiosa e é caracterizada por surtos, ou seja, este tipo de dermatite pode desaparecer por um tempo, mas voltar muito mais forte. E desaparecer de novo.

Ainda que não haja cura, a dermatite atópica tem tratamento e é possível prevenir-se contra esta doença.

Cremes, hidratantes e pomadas para a dermatite atópica

Cremes e pomadas são ótimas opções de tratamento para dermatite atópica, principalmente com o objetivo de alívio da coceira e hidratação da pele.

É muito importante lembrar que a dermatite atópica afeta a pele deixando extremante seca, e como a pele seca significa falta de hidratação, nada melhor que manter a pele hidratada usando cremes emolientes como Mustela, Cetaphil e Eucerin ou pomadas contendo corticoides receitados pelo dermatologista.

O alívio dos sintomas da dermatite pode demorar meses, pois os fatores de risco variam de pessoa para pessoa e cada uma responde ao tratamento de forma diferente. Por isso, é válido anotar tudo que usou ou comeu antes da doença se manifestar. Abaixo, seguem os remédios, cremes, hidratantes e pomadas para tratar a dermatite atópica:

Cremes com corticoides

Os corticoides são muito recomendados em casos de dermatite atópica e outras doenças alérgicas da pele. Ele é uma espécie de hormônio sintético derivado do cortisol, o hormônio produzido por nossas glândulas suprarrenais.

Na lista de corticoides estão:

  • O Dexametasona ou Betametasona, que aliviam a coceira e a vermelhidão, mas podem piorar o problema e ainda causar infecções, caso não sejam utilizados sob orientação médica.

A betametasona pode ser encontrada no preço a partir de R$ 18,00.

  • Diprosalic tem como princípio ativo o dipropionato de betametasona e ácido salicílico e é indicado, não só para a dermatite atópica, mas também para vários outros problemas de pele, tais como psoríase e dermatite seborreica do couro cabeludo.

Preço: R$ 28,00 a R$ 34,00.

Remédios contra alergia

  • Celestamine e Loratadina são remédios via orais receitados também em casos de sinusite, um tipo de alergia respiratória.

Preço do Celestamine: a partir de R$ 21,00 a R$ 30,00;

Preço da Loratadina: R$ 10,00 a R$ 15,00.

  • Prednisona é um corticoide encontrado em comprimidos, tendo variados nomes como Meticorten, Prednison, Predicorten ou Predinis.

Preço: de R$ 10 a R$ 16, dependendo da quantidade de comprimidos por caixa.

Qualquer remédio indicado nesta lista deve ser previamente consultada pelo dermatologista, a fim de evitar complicações. O tratamento da dermatite atópica em bebês precisa ser orientada pelo pediatra, pois nem todas as crianças podem responder bem aos medicamentos citados.



Tratamentos caseiros para a dermatite atópica

Antes de buscar tratamento com corticoides ou anti-histamínicos, é possível conseguir alívio da coceira com tratamento caseiro.

Para fazer um remédio caseiro para dermatite atópica misture 1 xícara de farinha de aveia ou maisena em um 1 litro de água fria e depois aplique sobre a pele atingida. Deixe agir por 15 minutos, em seguida, lave em água morna e com sabonete neutro.

Conheça outros remédios caseiros:

Aloe vera ou babosa

Em caso de psoríase, acne e dermatite atópica, normalmente encontrará uma planta medicinal para aliviar os sintomas dessas doenças. Corte o talo da babosa e aproveite o “gel” da planta para aplicar na área afetada.

Pó de noz moscada

O pó da noz moscada é usado contra pruridos. Em substituição, pode-se usar o extrato da vitamina E.

Suco de tomate

Conhecida pela ação cicatrizante, o tomate, quando ingerido todos os dias, é uma solução que acaba com o eczema em pouco tempo.

Malva

Ferva as folhas secas em meio litro de água e aplique sobre a pele quando o chá estiver frio, por 15 a 20 minutos.

Tratamento natural para a dermatite atópica

Mesmo com o tratamento indicado pelos médicos, é preciso criar hábitos saudáveis para acelerar a recuperação da pele e vê-la livre da dermatite. Estes hábitos saudáveis são tratamentos naturais contra a dermatite atópica:

  • Evite produtos com cor e cheiro forte, sejam eles sabonetes, perfumes ou produtos de limpeza; prefira hidratantes à base de ureia;
  • Não tome banhos quentes;
  • Não use esfoliantes;
  • Seque a pele com toalha mais macia;
  • Use roupas de algodão e não sintéticas;

A dermatite atópica tende a sumir com a idade, mas com certos cuidados e um bom tratamento é possível acelerar o desaparecimento da doença. Mas nunca se esqueça de procurar o dermatologista, pois ele indicará o melhor remédio para você. Não se automedique, do contrário, a dermatite pode se tornar mais grave e levar o paciente a ter febre.

O conteúdo sobre dermatite atópica foi útil para você? Comente e curta nossa página do Facebook para saber mais sobre as doenças, causas, tratamentos e muito mais!


About Portal Universo da Saúde

Universo da Saúde - Um portal com conteúdos de qualidade sobre saúde, doença, causas, tratamentos, remédios caseiros e cuidados. Aproveite nossos conteúdos gratuitos e tome cuidado com a sua saúde.

Check Also

rosacea

Rosácea – Tipos, causas, sintomas, tratamentos e prevenção

Caracterizada principalmente pela vermelhidão da pela do rosto, especialmente nariz e bochechas, a rosácea é …