estimulantes sexuais

Estimulantes sexuais – O que são, estimulantes naturais e dicas

 Os estimulantes sexuais são produtos que, segundo se acredita, aumentam tanto a libido, ou seja, o desejo sexual propriamente dito, e ajudam no desempenho durante a prática do sexo.

Alimentos, drogas, ervas, coquetéis, entre outras coisas estão, segundo principalmente a crença popular, taxados de estimulantes sexuais. Porém, de todas essas alternativas para uma melhora na vida sexual, apenas algumas drogas, dentre elas a mais famosa o Viagra, possuem efeitos cientificamente comprovados no auxílio das funções sexuais.

O assunto sexo, devido às vivências e normas socioculturais, geralmente já se constitui em tabu nas sociedades ocidentais, fazendo com que exista uma carga ainda maior sobre as pessoas que podem sofrer de qualquer tipo de disfunção sexual. Essa própria pressão social e psicológica sobre os indivíduos influi negativamente na performance e mesmo desejo sexual, o que intensifica ainda mais a busca por estimulantes sexuais, como alternativas para se fugir desse problema.

O que são estimulantes sexuais

 Também conhecidos por afrodisíacos, são substâncias que, se acredita, aumentam o desejo sexual assim como a disposição para a prática do sexo também. Muitas ervas, chás, coquetéis, diversos tipos de comida e algumas drogas são creditados como possuidores de substâncias capazes não apenas de aumentar a libido, como também garantir energia e disposição extra para o ato sexual.

estimulantes sexuais o que são
Os estimulantes sexuais são substâncias que podem afetar a sua saúde, por isso devemos tentar as opções naturais primeiro

Além dos métodos diversos oriundos do folclore popular, diversas drogas foram desenvolvidas em laboratório para contribuir, parcialmente, com pessoas (homens em especial) que experimentam problemas, principalmente de ereção ou manutenção de ereção prolongada. Apesar de o Viagra ser a mais famosa dessas drogas, diversas outras, como o Cialis e o Levitra.

Apesar de essas drogas terem efeito praticamente imediato na solução da disfunção erétil, eles não são considerados estimulantes sexuais, por não conterem componentes ativos que atuem no aumento da excitação.

Assim, estimulantes sexuais estão mais relacionados com diversos tipos de substâncias que ao serem ingeridas proporcionam grandes quantidades de energia, acreditando-se que essa energia e disposição extra é transferível para todas as atividades, inclusive a sexual; ou ainda alimentos que, de acordo com a crença popular, carregam características afrodisíacas, como o ovo de codorna, que se acredita carregar a grande disposição desses animais para copular.

Mesmo com grande interesse popular e vasto folclore, que varia grandemente ao redor do mundo, poucas pesquisas científicas foram feitas sobre o tema, não se creditando, ainda, a nenhuma substância presente em tais produtos a capacidade de gerar excitação sexual.

Estimulantes sexuais naturais

Variando em cada região do mundo, diversas comidas, plantas e bebidas são conhecidas por terem características afrodisíacas. Em muitos casos se devendo apenas a mitos e lendas tradicionais ou, em outros casos, as capacidades de certos alimentos em dar energia a pessoa.

Você também pode gostar destes conteúdos:

 Quais os principais e suas características

No Brasil, uma grande variedade de alimentos energéticos é considerada afrodisíaca na cultura popular, como a catuaba, o pó de guaraná e etc. Além de serem alimentos e bebidas com grande quantidade de energia, também são conhecidos por aliviarem dores e estresse, o que ajudaria no aumento do desejo sexual.

Dez dos mais conhecidos e utilizados afrodisíacos no Brasil e no mundo são:

  • Ginkgo Biloba: uma planta de origem chinesa, que é capaz de ajudar na circulação sanguínea e por isso ajuda a combater a impotência masculina, além de ser considerada um estimulante da libido.
  • Ginseng: uma planta de climas frios, rica em minerais e que ajuda a aliviar cansaço e estresse, também é considerada um dos mais potentes estimulantes sexuais naturais por atuar no estímulo da produção hormonal.
  • Ostras: são ricas em zinco, que pode ajudar na produção de esperma, além disso também é creditado às ostras possuírem aminoácidos que estimulam a produção de lubrificação feminina.
  • Alho: Além de suas várias propriedades medicinais, o alho estimula a melhora da circulação sanguínea, facilitando e possibilitando uma ereção prolongada. Também se acredita que a água de alho influencie na libido feminina.
  • Amendoim: Os grãos de amendoim são dotados de grande energia, além de ser um alimento rico em zinco, o que estimula a produção de esperma saudável.
  • Chocolate: O chocolate, especialmente o amargo, contém grandes quantidades de aminoácidos que estimulam a produção de serotonina, hormônio que causa sensação de bem-estar. Além de ser um alimento com grande valor energético agregado.
  • Mel: Além de ser um alimento extremamente rico em vitaminas que ajudam no bem-estar geral do corpo e do organismo. Também se acredita que uma das substâncias contidas no mel estimula a produção e uso de estrógeno e testosterona.
  • Aspargos: Considerado um dos afrodisíacos mais eficientes do mundo, mesmo sendo de baixo uso no brasil, os aspargos são alimentos ricos em minerais e vitaminas que ajudam no bem-estar e além disso estimulam a produção de histamina, hormônio que atua diretamente no prazer de ambos os sexos, estando intimamente relacionado ao orgasmo.
  • Catuaba: Essa planta medicinal brasileira atua diretamente no sistema nervoso central, preservando a saúde deste. Além disso se acredita que a catuaba, principalmente em sua forma alcoólica, aumenta bastante a libido masculina e feminina.
  • Guaraná: A fruta do guaraná, ou o pó dela, são ricos em diversos minerais e vitaminas que atuam de forma direta no combate ao estresse e bem-estar geral do organismo, além de ser uma grande fonte de energia. Acredita-se que devido a essa energia extra somada ao bem-estar que causa, a fruta seja um estimulante sexual muito potente.
estimulantes sexuais guarana
O guarana pode ser um dos melhores estimulantes sexuais naturais, porém não é muito acessível

Dicas de estimulantes sexuais natura

Apesar de não existirem grandes pesquisas que atestam a efetividade desses alimentos e bebidas como estimulantes sexuais, eles vêm sendo utilizados, com atestado sucesso pela população ao longo dos anos e possuem a vantagem de, ao contrário da maioria dos fármacos, não possuírem efeitos colaterais ou contraindicações (exceto em casos de alergias a algum desses alimentos).

▷ Conheça as 8 doenças degenerativas mais comuns no Brasil.

Na cultura popular, se recomenda o uso desses estimulantes, algumas horas ou mesmo imediatamente antes de se começar as relações sexuais, pois os efeitos deles são sentidos de forma rápida. Ainda assim é válido ressaltar que a intensidade dos resultados varia de pessoa pra pessoa e que o bem-estar geral de mente e corpo é essencial para a boa saúde sexual.

Gostou deste artigo sobre estimulantes sexuais? Então deixe um comentário e curta O universo da saúde no Facebook!