Home / Beleza / Lipoaspiração- o que é e como é feita.

Lipoaspiração- o que é e como é feita.

A lipoaspiração é muito procurada pelas mulheres, mesmo aquelas que não apresentam sobrepeso e praticam exercícios físicos. Isso acontece porque muitas vezes o corpo acumula gordura localizada em lugares de difícil eliminação.

Existem casos também em que a lipoaspiração é parte de procedimentos de cirurgia plástica, como a abdominoplastia e a redução de mama.

Durante um procedimento de lipoaspiração é possível retirar até 5% do peso corporal em gordura localizada.

 O que é a lipoaspiração?

A lipoaspiração é uma cirurgia plástica que tem por finalidade extrair excessos de gordura de uma área específica do corpo (algumas mais comuns são barriga, quadris, coxas e braços). O procedimento de lipoaspiração remodela a área que é foco da extração de gordura.

Lipoaspiração como é feita
Veja o que é a lipoaspiração e como é feita

É importante esclarecer que a lipoaspiração não é uma medida de combate à obesidade. Não é porque você fez uma lipoaspiração nas coxas, por exemplo, que estará para sempre livre de acumular gordura localizada neste local do seu corpo.

Após um procedimento de lipoaspiração, se você não mantiver uma rotina de alimentação saudável e de prática regular de exercícios físicos, poderá sofrer ganho de peso. Os resultados do procedimento muito provavelmente irão se perder, nesse caso.

A lipoaspiração, portanto, não deve ser utilizada isoladamente para eliminar peso, nem para substituir hábitos alimentares saudáveis, muito menos a prática regular de exercícios.

 Como é feita a lipoaspiração?

Existem cuidados que devem ser tomados antes da lipoaspiração:

  • Fazer determinados exames de sangue;
  • Cessar a alimentação 8 horas antes da cirurgia;
  • Fazer dieta líquida nos dois dias anteriores ao procedimento;
  • Comunicar qualquer sinal de mal-estar, como febre, dor de cabeça ou suspeita de resfriado.

Indícios de que algo não está fisicamente bem no seu corpo, como um princípio de gripe, pode pôr em risco a recuperação. No caso, o médico deverá avaliar se a lipoaspiração precisa ser adiada, até que a saúde se restabeleça por completo.

Na ocasião da lipoaspiração, o médico-cirurgião primeiro delimita na pele, com um pincel, a área onde será extraída a gordura.

Depois é aplicada anestesia local, peridural ou geral (dependendo do local e da extensão que será alvo da aspiração) e um pequeno tubo (ou cânula) é inserido na área delimitada. Este tubo irá aspirar a gordura.

O procedimento da lipoaspiração pode durar entre alguns minutos e duas horas, dependendo da área e da quantidade de gordura a aspirar.

 Indicação para a lipoaspiração

A lipoaspiração é indicada quando as tentativas de queimar gordura localizada de uma específica parte do corpo (ou mais de uma) através de dietas e exercícios físicos não obtiveram resultados.

Dessa forma, a lipoaspiração é uma alternativa mais condizente com pessoas que estão na sua faixa de peso ideal, ou pelo menos próxima dela.

Apesar de ter uma demanda predominante de mulheres, a lipoaspiração pode ser realizada por homens também.

 Recuperação após a lipoaspiração

Logo depois de fazer uma lipoaspiração, dor e inchaço na região aspirada são sintomas comuns. O médico irá prescrever medicação para que seja possível melhor administrar essa fase de dor e desconforto.

É recomendável que você peça a alguém que a acompanhe ao hospital na ocasião do procedimento cirúrgico e fique com você pelo menos durante a primeira noite do pós-operatório.

Além da medicação específica e da presença de um acompanhante, existem outras práticas que podem ajudar no pós-operatório, agilizar a recuperação e evitar complicações:

  • Caminhar lentamente por cerca de 10 minutos, 2 vezes por dia, durante a primeira semana após a lipoaspiração;
  • Usar cinta ou meias de alta compressão por 3 dias e noites inteiros. Diminuir gradativamente o tempo de uso, de acordo com orientação médica;
  • Tomar banho somente depois do terceiro dia do procedimento, após tirar os curativos e garantir que as cicatrizes estão bem secas;
  • Proteger os pontos ao tomar banho;
  • Os pontos devem ser retirados pelo médico após 8 dias da lipoaspiração;
  • Tomar devidamente os antibióticos e analgésicos receitados pelo médico;
  • Evitar dormir por cima da região do corpo que foi objeto da lipoaspiração.

É comum a recomendação do uso de malhas de compressão ou bandagens elásticas a serem colocadas nas áreas aspiradas. As malhas de compressão e as bandagens ajudam a conter o inchaço e a contrair a pele.

Existe, ainda, caso o médico entenda ser necessário, a possibilidade de inserção de um pequeno dreno por baixo da pele para remover excessos de sangue ou fluido.

O dreno costuma ser utilizado quando grande quantidade de gordura foi aspirada na lipoaspiração, pois nos primeiros dias é comum surgir acumulo significativo de secreção.

A lipoaspiração praticamente não deixa cicatrizes visíveis, se você seguir todas as recomendações do pós-operatório.

Podem ser necessários outros procedimentos cirúrgicos para retirar o excesso de pele decorrente da extração da gordura. Quando se prevê uma extração de mais de 5 litros de gordura durante a lipoaspiração, é importante conversar com o médico sobre esta possibilidade.

É muito importante também monitorar o peso após a lipoaspiração, para que os resultados possam se manter. Vida sedentária e alimentação desregrada podem causar ganho de peso e, em consequência, reversão do resultado obtido.

Seguir as recomendações de seu médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não sejam sujeitas à força excessiva, à escoriações ou movimentos durante o período de cicatrização.

 Riscos da lipoaspiração

A lipoaspiração não é o equivalente a um procedimento estético simples, como a drenagem linfática ou aplicações de massagens corporais, que são intervenções estéticas não invasivas, procuradas para perda de medidas ou diminuição de retenção de líquidos no corpo.

Lipoaspiração é um procedimento invasivo, cirúrgico; necessita da execução rigorosa e atenta de todo um protocolo pré-operatório e pós-operatório.

Existem alguns riscos implicados na lipoaspiração, assim como em qualquer cirurgia, mesmo as mais simples. É importante procurar um médico-cirurgião com referência e experiência, para minimizar as possibilidades de complicações durante ou após o procedimento.

O médico ou o assistente deve explicar a você claramente a quais riscos você estará exposto. Ao optar pela lipoaspiração, você precisa assinar um termo de consentimento que confirma que você tem conhecimento que esta cirurgia envolve e que decidiu fazê-la por livre vontade.

O local onde será realizada a lipoaspiração também é um diferencial na minimização dos riscos. O procedimento deve ser realizado em hospital com centro cirúrgico bem equipado e que disponha de UTI.

Entre os riscos que decorrem da lipoaspiração, estes são os mais comuns:

  • Cicatrizes desfavoráveis, maiores e mais visíveis do que o esperado;
  • Perfurações de vísceras e vasos durante o procedimento;
  • Sangramentos e hematomas;
  • Acúmulo de líquidos, aumentando o risco de surgimento de infecções;
  • Complicações referentes à aplicação da anestesia (como reações alérgicas, por exemplo);
  • Problemas de cicatrização,
  • Necrose da pele;
  • Dormência ou outros tipos de alterações na sensibilidade da pele;
  • Assimetria na região aspirada (extração de mais gordura em um lado do corpo que de outro);
  • Despigmentação da pele e/ou inchaço prolongado;
  • Queimadura causada pelo ultrassom – técnica de lipoaspiração assistida por ultrassom;
  • Danos em estruturas mais profundas tais como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões;
  • Dor por período prolongado;
  • Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares;
  • Fios de sutura podem espontaneamente emergir na pele e causar irritações que exijam sua remoção;
  • Possibilidade de outro procedimento cirúrgico.

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico eficaz para extração de gordura localizada em regiões do corpo de difícil eliminação por exercícios físicos e dietas. No entanto, por se tratar de uma cirurgia, apresenta determinados riscos que precisam ser conhecidos e avaliados.

Resultado lipoaspiração
A lipoaspiração pode reduzir muito a gordura extra do corpo e te deixar mais definida

É importante que você obtenha todas as informações importantes sobre a lipoaspiração e converse bastante com seu médico, tire todas as suas dúvidas, para poder tomar a melhor decisão para você, que possa lhe gerar o melhor custo-benefício.


Veja!

dermacosmeticos

Dermocosméticos

Os dermocosméticos já são conhecidos das mulheres, principalmente as que estão acima dos 30 anos …