Micose de unha: o que é, quais os tipos de infecção e tratamentos

Quem tem micose de unha, sabe o quanto é difícil deixar as unhas bonitas e mantê-las esmaltadas, visto os sintomas causados pela infecção, como deformidade, tom amarelado e aspecto grosso.

A micose de unha pode ser facilmente tratada com remédios antifúngicos ou com tratamentos caseiros, mas o importante é evitar a micose, adotando hábitos simples de higiene.

Neste conteúdo, você vai entender o que é e quais são os tratamentos para micose de unha e, assim, tornar a ter unhas bonitas e saudáveis.

O que é micose de unha?

Micose de unha, também chamada de onicomicose, é uma infecção causada por fungos, que atinge mais frequentemente as unhas dos pés (chamado de dermatófitos), mas também pode atingir as unhas das mãos (chamado de leveduras).

O fungo que pertence ao grupo dos dermatófitos também pode infeccionar a pele, formando o pé de atleta (frieira).

A unha serve de alimento para o fungo que, se não for tratado rápido, gera uma infecção capaz de enfraquecer as unhas, deixando-as amareladas e facilmente se descolando ao se usar sapatos fechados.

Como surge a micose de unha?

Alguns hábitos de higiene proporcionam a proliferação de fungos causadores da micose. Andar descalço em locais públicos, como banheiros e piscinas, são exemplos disso, mas não são as únicas formas da micose de unha surgir. Conheça outras:

  • Compartilhar tesoura ou lixa de unha;
  • Usar a mesma lixa de quando teve micose de unha (risco de nova contaminação);
  • Usar objetos compartilhados em manicure;
  • Manter as unhas sempre pintadas, sem dar a elas um descanso de 1 semana, pelo menos;
  • Manipular terra sem luvas;
  • Calçar sapatos fechados e úmidos.
micose de unha
Alguns hábitos de higiene proporcionam a proliferação de fungos causadores da micose, compartilhar lixas e tesouras de unhas é um deles.

É recomendável que, ao frequentar manicure, a pessoa leve todo o material, sob o risco de não só contrair micose mas também a hepatite B.

Tipos de micose de unha

6 tipos de micose de unha, cada uma causa um sintoma diferente. Isso significa que, se souber o tipo de fungo que está atacando as unhas, o tratamento específico será bem mais eficaz. Relacionamos os 6 tipos de micose de unha e quais os sintomas de cada um deles:

  • Subungueal distal e lateral

É o tipo de micose de unha mais comum, tornando-a espessa, quebradiça e descolada. O fungo ataca a parte branca e as laterais, deixando uma mancha branca que se estende até a área subungueal.

  • Superficial branca

O aspecto corroído da unha atinge cerca de 10% das pessoas, e é causado por uma infecção por dermatófitos que deixa manchas brancas e calcárias na superfície, por isso o nome de superficial branca.

  • Proximal

Assim como o tipo de micose anterior, a proximal também apresenta manchas brancas, mas ela se expande por toda a unha, além de ser mais rara. É a infecção que pode afetar pacientes com algumas patologias, como o HIV ou diabetes.

  • Endonyx

Variante da micose subungueal distal e lateral. A unha sofre descoloração branco leitosa.

  • Por candida

Quem costuma deixar as mãos muito tempo dentro da água pode contrair a onicomicose por candida. Esse tipo de infecção, em alguns casos, pode vir acompanhada por outra infecção ao redor da unha: a paroníquia.

  • Distrófica total

É a infecção fúngica tóxica e em seu estado terminal. A demora no diagnóstico e no tratamento leva a destruição inteira da unha.

Tratamento para micose de unha

Antes de iniciar o tratamento, é necessário que o médico consiga uma amostra da raspagem da unha para uma avaliação laboratorial. Esse exame consiste em garantir um tratamento mais eficaz, já que a onicomicose se assemelha a outras lesões de unha, como psoríase, líquen plano, traumas, eczema, etc.

Uma vez detectada a lesão por micose de unha, o médico poderá iniciar o tratamento da onicomicose feito à base de esmaltes antifúngicos (ciclopirox) ou remédios orais, os quais incluem o Fluconazol ou o Itraconazol.

O esmalte, na verdade, é um complemento do remédio antifúngico, não uma única solução. Quando os sintomas desaparecem, é importante cuidar para que não haja uma nova infecção.

Você também pode gostar destes artigos:

Tratamento a laser cura a micose de unha?

Um método que promete acabar com a onicomicose e suas chances de reinfecção é o tratamento a laser que cura a micose de unha.

O laser destrói os fungos, agindo como um anti-inflamatório mais poderoso e evitando o seu retorno. A técnica, além de não ter contraindicação, resolve o problema em poucas sessões, o que no método convencional levaria meses.

micose de unha
O laser destrói os fungos, agindo como um anti-inflamatório mais poderoso e evitando o seu retorno

Os valores vão de R$ 60 a R$ 90, mas quem quer resultado imediato, não deseja sofrer os efeitos colaterais que alguns medicamentos proporcionam (como a sobrecarga ao fígado) ou ainda não pode tomar os remédios via oral, vale a pena investir no tratamento a laser.

Remédios caseiros para micose de unha

Quem não deseja tomar remédios antifúngicos, nem passar pelo tratamento a laser, pode optar por remédios caseiros para micose de unha. Há muitos tratamentos naturais para a onicomicose, mas vamos citar alguns que podem ser bastante eficazes. Confira:

Alho

Ingrediente comum na culinária, o alho já é conhecido remédio para alguns problemas de saúde, incluindo a micose de unha.

Você pode cortar e amassar 3 dentes de alho, adicionar azeite de oliva e passar nas unhas infectadas, usando um algodão.

Cebola

Outro ingrediente presente na culinária, a cebola tem propriedades antifúngicas que eliminam, de forma natural, o fungo causador da micose.

Massageie suavemente as unhas com fatias de cebola durante 5 minutos. Depois enxágue com água morna e seque-as muito bem.

Água oxigenada

É certo que a água oxigenada é antisséptica, sendo bastante útil como remédio caseiro para micose de unha.

O tratamento natural é feito com a imersão dos pés a uma bacia de água, contendo água oxigenada a 3%. Deixe agir por 30 minutos. Apesar de ser um antisséptico natural, a água oxigenada não é 100% eficaz, por isso, alterne-o com outros produtos citados.

Dicas para evitar a micose de unha

Já sabemos que alguns hábitos de higiene colaboram com a disseminação dos fungos, mas é sempre bom ressaltar as dicas de como evitar a micose de unha:

  • Use seu próprio material quando for à manicure;
  • Não compartilhe lixas, tesouras, alicates com pessoas de casa (se elas já tiverem sido infectadas alguma vez);
  • Evite o uso prolongado de sapatos fechados, principalmente no calor;
  • Use meias de algodão;
  • Lavar e secar muito bem os pés, principalmente entre os dedos;
  • Não ande descalço em áreas públicas.

Cuidar das unhas é cuidar da saúde geral, uma vez que em pacientes imunodeprimidos a micose de unha pode favorecer a bactérias que levam a outras infecções, como a erisipela.

Não deixe de procurar um médico caso alguns sintomas de onicomicose apareçam. Nunca se automedique. Somente um médico poderá avaliar o estado da sua unha e indicar o melhor tratamento para cada caso.

Este conteúdo sobre micose de unha foi útil para você? Comente e curta a página O Universo da Saúde no Facebook.

5 (100%) 68 votes