Home / Tratamentos e Remédios Naturais / Pele oleosa – Principais caraterísticas, causas e tratamentos

Pele oleosa – Principais caraterísticas, causas e tratamentos

A oleosidade produzida pela nossa pele é uma proteção natural dela garantindo sua hidratação e vitalidade.

O sebo ou gordura é produzido pelas glândulas sebáceas que se concentram no dorso, na face (especialmente na zona T: testa, nariz e queixo), couro cabeludo e costas. O sebo vai até a superfície da pele criando uma camada, chamada de lipídica, que a protege contra agentes externos que podem causar danos a ela como a poluição, calor, sol, frio intenso, poeira e vento.

pele oleosa o que é
Conheça as principais características de pele oleosa e porque ela surge

A pele é muito sensível às alterações climáticas. No Brasil cada região vai ter uma variação climática muito grande, mas o clima predominante é o subtropical que favorece a oleosidade por ter temperaturas mais quentes e alta umidade.

As principais características e causas da pele oleosa.

A pele oleosa possui uma epiderme mais espessa, poros dilatados, manto hidrolípidico (camada formada pelo suor e sebo) farto, superfície gordurosa com aspecto brilhoso, presença de cravos, espinhas e forte transpiração.

Há vários graus de oleosidade na pele: o grau leve com concentração dessa oleosidade na zona T do rosto; grau moderado com secreção sebácea aumentada no couro cabeludo, face e tórax; grau intenso com forte oleosidade em toda face, braços e tórax com presença de acne.

São vários fatores que influenciam a pele oleosa, a intensidade dessa oleosidade vai depender da reação do organismo de cada pessoa a esses fatores que causam a secreção sebácea aumentada.

Já falamos aqui que o fator clima afeta a pele oleosa através do aumento da temperatura que faz aumentar a produção de sebo, por sua vez o excesso de sebo obstrui os poros, fazendo surgir as acnes.

A má alimentação também interfere na produção de oleosidade da pele. Consumo excessivo de açúcar, sal e alimentos gordurosos e industrializados colaboram para o aumento da secreção sebácea. Alimentar – se saudavelmente é fundamental para equilibrar a pele.

Exposição a ambientes onde são feitas frituras e alimentos gordurosos contribuem para aumentar a secreção sebácea.

Uso incorreto de produtos de beleza aumenta a produção de sebo da pele. Usar produtos específicos para pele oleosa ajuda a combater o excesso de óleo nela.

Problemas hormonais contribuem para o aumento de oleosidade na pele. A produção desregulada de testosterona desequilibra a secreção sebácea fazendo aumentar a quantidade de sebo, por isso, homens sofrem mais com a acne na passagem da fase de adolescente para adulto, período que há uma desregulação hormonal, o que vale também para as mulheres, porém, com menos intensidade.

Falta de higiene ajuda na oleosidade em excesso. Manter a pele limpa desobstrui os poros e evita inflamações da pele, equilibrando – a.

Por fim o stress é um dos fatores que, atualmente, mais contribuem para aumento da oleosidade da pele. Em situações de stress, o organismo libera uma substância chamada neuropeptídeo, que acelera a produção de sebo pelas glândulas sebáceas. Essa substância é influenciada por hormônios, o que faz com que durante o ciclo menstrual, aumente a presença de acnes nas mulheres especialmente, adolescentes.

Você também pode gostar destes conteúdos:

Como tratar a pele oleosa e quais os melhores produtos para ela?

Os cuidados com a pele oleosa devem ser tomados todos os dias. Limpar a pele com sabonetes específicos que, de preferência, contenha ácido como salicílico e alfa hidroxiácido, usar água fria, pois a água quente dilata os poros e estimula a produção de sebo. O uso de sabonete esfoliante também ajuda no controle da oleosidade, porém, deve – se tomar cuidado com a quantidade de vezes para evitar o ressecamento da pele.

Tonificar a pele, com tônicos adstringentes e sem álcool, ajuda a eliminar a sujeira mais profunda da pele, fecha os poros e acaba com as inflamações.

Por fim usar hidratantes que não tenham óleo em sua composição e não sejam comedogênicos (que obstruem os poros) de textura leve ou em gel. Espalhar uniformemente por todo rosto e em uma quantidade adequada, ajuda a evitar os excessos e ter uma pele equilibrada.

A maquiagem também deve ser feita com produtos que específicos para pele oleosa. Produtos matificantes ajudam a controlar o excesso da oleosidade. A limpeza da pele maquilada é fundamental para evitar obstrução de polos e acúmulo de sujeira na pele que pode gerar inflamações nela.

Evitar exposição ao sol sem proteção, usar filtro solar, sem óleo e acima do FPS 30, reaplicando – o de três em três horas ao longo do dia.

Beber bastante água (1,5 a 3 litros por dia), comer muita fruta, legume e verdura, pois são ricos em vitaminas e fibras que ajudam na firmeza da pele e no controle da oleosidade. Evitar alimentos gordurosos, embutidos e enlatados que contém, em grande quantidade, sal, açúcar e gordura que prejudicam o equilíbrio da pele, desregulando a produção das glândulas sebáceas.

Há também tratamentos dermatológicos como peelings à base de ácido salicílico, retinóico ou glicérico, lazers e limpeza de pele, que ajudam a combater o excesso de oleosidade, mas é o tratamento diário que vai manter a pele saudável e equilibrada.

O controle da produção de sebo pode ser feita também com uso de séruns e primers que vão diminuir essa secreção e manter a pele uniforme.

Há diversas marcas dos mais diversos preços no mercado, que vão ajudar nos cuidados diários da pele oleosa, é preciso escolher aqueles que são específicos para esse tipo de pele. A beleza da pele passa por esses cuidados que devem começar de dentro para fora.

Tratamentos caseiros para pele oleosa.

Pasta de tomate: o tomate tem propriedades adstringentes que vão ajudar a eliminar o excesso de sebo e as impurezas da pele. Faça a pasta e passe no rosto ou áreas com oleosidade, deixando –a sobre a pele até que fique seca. O tomate também possui ação antioxidante que dá brilho a pele e de quebra clareia ela.



pasta de tomate pele oleosa
O tomate é muito benéfico para a pele e pode ser utilizado para a hidratação e também para remover manchas e cravos

Suco de limão: o limão tem alta capacidade adstringente e esfoliante que remove as impurezas e controla a umidade da pele. Aplique o suco no rosto e deixe agir por 20 minutos, lavando muito bem a pele em seguida. Faça antes um teste de sensibilidade para saber se tem alergia ao limão. Não faça exposição ao sol com o produto sobre a pele.

Hidratante de iogurte: o iogurte possui capacidade adstringente e de limpeza controlando o óleo produzido pela pele. Passe o iogurte fresco e frio sobre o rosto deixando sobre o local até ficar seco e lave em seguida com água fria.

Argila verde: máscara de argila verde ajuda a controlar a produção de óleo retirando o excesso e fazendo limpeza da pele. Os minerais e vitaminas presentes na argila verde desintoxicam a pele, rejuvenescendo – a e controlando a oleosidade.  Passe a máscara e deixe agir por 30 minutos, enxaguando o rosto com água fria. Faça uma vez por semana.

Várias são as receitas para ajudar no controle da oleosidade em excesso da pele, procure sempre a orientação de dermatologistas ou esteticistas que podem indicar o melhor tratamento para cada tipo de pele e se as receitas caseiras vão realmente ser eficazes para ela.

Gostou deste artigo sobre pele oleosa? Então deixe um comentário e curta O universo da saúde no Facebook!


About Portal Universo da Saúde

Universo da Saúde - Um portal com conteúdos de qualidade sobre saúde, doença, causas, tratamentos, remédios caseiros e cuidados. Aproveite nossos conteúdos gratuitos e tome cuidado com a sua saúde.

Check Also

dor couro cabeludo

Dor no couro cabeludo: causas e tratamentos

A dor no couro cabeludo é uma sensação incômoda e parece que o couro está …