Home / Beleza / Transplante capilar- como funciona e vantagens

Transplante capilar- como funciona e vantagens

O transplante capilar remove cabelo uma área com fios bons do paciente para implanta-los em outro local com o intuito de tratar a calvície e alopecia.

O transplante capilar é uma ótima alternativa para quem não se sente bem com a calvície ou alopecia. Esses males são até comuns e uma parcela das pessoas que passam por isso até se sentem bem e não ligam para a falta de cabelo. Entretanto, algumas pessoas fazem o possível para lutar contra esses problemas e sempre estão atrás de novos tratamentos que sejam promissores.

Mas essa busca nem sempre tem como resultado aquele esperado e desejado. Uma cabeleireira ampla, cheia de fios saudáveis é o que muitos anseiam. Por esse motivo, o transplante capilar tem sido a melhor opção de quem deseja alcançar esse objetivo.

Através dessa técnica não é necessário pegar cabelos de outras pessoas para transplantar. Afinal, basta retirar alguns fios da parte da cabeça da própria pessoa que se encontra com uma boa quantidade dos mesmos para implantar na região que eles estão mais escassos. Esse é o conceito do transplante capilar.

O que é o transplante capilar

O transplante capilar trata-se de uma técnica cirúrgica que tem por objetivo remover o cabelo do próprio paciente de uma área doadora para transplanta-lo no local que não há cabelos. Isso é feito inserindo cada fio e com suas raízes preservadas.

Essa cirurgia demora entre três e cinco horas para ser concluída e para sua realização é necessário aplicar uma anestesia local. Essa é uma ótima opção de tratamento para quem sofre de calvície ou alopecia.

O resultado final pode ser bem natural desde que a forma como houve a implantação dos fios tenha sido correta. Para isso é preciso pegar as unidades que estão mais finas e delicadas na linha de frente e bem próximas. Também é preciso respeitar a direção natural que os fios crescem.

Como é feito o procedimento

O transplante capilar possui duas técnicas sendo que a mais convencional é conhecida por FUT que é uma sigla em inglês de transplante de unidade folicular. Já a outra técnica é chamada de FUE que significa extração de unidades folicular. Esta ultima é a que deixa cicatriz linear. O que muda entre elas é a forma como será retirado os fios da área doadora.

transplante capilar como é feito
Veja mais sobre como é feito o procedimento de transplante capilar

Na FUT é feita a remoção de uma faixa de cabelo da parte traseira da nuca. Em seguida ela é levada para um microscópio que possui alta resolução e potencia e dividida em fatias que medem menos de 1 mm de espessura. Após isso é que será feita a separação das unidades foliculares com 1, 2 ou 3 fios.

Na técnica FUE a unidade folicular pronta é retirada diretamente do couro cabeludo pelo cirurgião. Depois são levadas para uma análise no microscópio para que sejam lapidadas.

O que diferencia essas técnicas é a forma como as unidades foliculares são obtidas já que depois que elas estiverem prontas a implantação na área receptora é feita por meio de micro incisões realizadas no couro cabeludo.

Escolher a área que será a doadora dos fios é de suma importância e por isso requer certa cautela. Afinal se a calvície estiver em estágio inicial corre-se o risco da região escolhida ter alguns fios miniaturizados e isso pode fazer com que o problema retorne.

Para que essa escolha seja feita acertadamente é preciso levar em consideração a quantidade de folículos existentes com três fios naquela região, a distância que se encontram e também a elasticidade dos mesmos. Assim o resultado final será uma área com mais quantidades de fios.

Geralmente escolhe-se a região que fica nas proximidades da nuca já que a cicatriz que o FUT forma fica escondida pelos cabelos dessa parte. Há uma técnica conhecida por sutura tricofítica que os fios crescem na região da cicatriz para que ela seja disfarçada.

Normalmente ela começa fina e conforme o tempo vai passando ela se torna avermelhada. Comumente isso acontece no terceiro mês da cirurgia. Mas com o tempo essa coloração diminui, mas somente irá passar após os dois anos da realização desse procedimento.

Enquanto a operação está sendo realizada os folículos que serão transplantados são retirados e levados para que seja feita a sua divisão nas unidades foliculares. Enquanto isso o cirurgião realiza a sutura da região. Conforme é feita a separação os folículos são conservados no soro fisiológico até que seja feita sua realocação.

Após o fechamento da área doadora em torno de 20% das unidades foliculares encontram-se prontas e o transplante pode ser iniciado.

No local é realizada uma anestesia que é bem similar a que os dentistas usam. Além disso, uma leve sedação pode ser utilizada para que não haja incomodo quando a anestesia for aplicada. Ao fim do procedimento o paciente encontra-se totalmente acordado.

Quem pode realizar esse procedimento?

Quem deseja realizar o transplante capilar precisa procurar um médico que seja especializado em cirurgia plástica. Afinal, este profissional é que possui todo o conhecimento necessário para realizar essa parte cirúrgica.

Há algum procedimento a ser adotado antes do transplante capilar?

Antes da realização do transplante capilar o médico solicita alguns exames básicos da mesma forma que ocorre com qualquer tipo de cirurgia. Para que a técnica FUT seja realizada não é preciso ter qualquer preparo antes do procedimento. Mas na técnica FUE a área doadora tem de ser raspada por máquina 1.

Você também pode gostar destas matérias:

Pós-operatório

Após a cirurgia ter chegado ao fim um spray fixador especial pode ser aplicado já que ele ajuda a evitar a bandagem. No dia seguinte o paciente deve retornar a clínica para que seus cabelos sejam lavados. Após isso ele pode realizar suas atividades normalmente.

Entretanto, não pode tomar sol, ir a praia, piscina nem realizar atividades físicas intensas. Também precisa ter um cuidado especial quando for lavar os cabelos. Cerca de 15 dias após os fios terem sido transplantados os mesmos irão cair, mas a raiz permanece e origina novos fios. Após isso não há mais qualquer restrição.

Preços

Para ter o resultado desejado com o transplante capilar não basta levar em consideração apenas o preço. É preciso conhecer um pouco mais da clínica e principalmente do profissional escolhido para a realização dessa cirurgia.

O valor para esse procedimento varia entre R$ 5 mil e R$ 30 mil, pois depende da técnica utilizada e da área. Por esse motivo, é preciso ir a uma clínica para passar por uma avaliação e ter a definição do orçamento.

Quem pode fazer

Algumas pessoas acreditam que por estarem com queda de cabelo um pouco mais intensa precisam fazer algum tratamento para não ficar com uma área sem fios. No entanto, a queda de cabelo em si não é um indicativo de alopecia. Mas o que é isso?

A alopecia é uma doença que causa a perda repentina e rápida dos fios no couro cabeludo ou outra parte do corpo. Isso pode ser temporário ou definitivo e como algumas pessoas não gostam da ideia de ficarem carecas acabam recorrendo a diversos tratamentos.

São as pessoas que sofrem com a calvície que podem fazer o transplante capilar. Mas antes de tomar essa decisão é preciso consultar um especialista para saber em que estágio encontra-se o processo de calvície. Afinal, existem procedimentos que podem ajudar a estabilizar essa perda.

Resultados

Após três ou quatro meses da realização do transplante capilar os fios começam a crescer. Mas somente um ano é que é possível perceber o resultado final desse procedimento. Enquanto isso os fios crescem de foram gradual o que ajuda a causar o aspecto de natural. Algumas pessoas até acreditam que se trata de algum medicamento que a pessoa está tomando e não que ele passou por uma cirurgia.

transplante capilar benefícios
Veja o resultado do transplante capilar e se surpreenda

Caso este artigo sobre transplante capilar tenha lhe ajudado, deixe um comentário e curta O universo da saúde no facebook!


Veja!

dermacosmeticos

Dermocosméticos

Os dermocosméticos já são conhecidos das mulheres, principalmente as que estão acima dos 30 anos …