Home / Tratamentos e Remédios Naturais / Tratamento para estrias: quais os tipos, causas e melhores tratamentos.

Tratamento para estrias: quais os tipos, causas e melhores tratamentos.

As tão temidas estrias são marcas esbranquiçadas e até mesmo arroxeadas que aparecem no corpo, à região mais afetada é a parte dos glúteos e barriga, mas podem aparecer em diversas outras regiões. Essas marcas são conhecidas como cicatrizes e são lesões causadas pelo rompimento das fibras elásticas e de fibras de colágenos que sustentam a camada interna da pele, que são solucionadas com tratamento para estrias.

As estrias são comuns quando há estiramento na pele, como por exemplo, em grávidas, onde a pele da região é esticada e depois sofre uma diminuição brusca da pele e também pode acontecer em pessoas que engordam e emagrecem de forma rápida, a solução para isso está nos diversos tratamentos para estrias que estão à disposição.

As mulheres são as que mais procuram tratamento para estrias, pois são as mais atingidas por estas, isso não que dizer que os homens estão livres. As estrias não causam danos à saúde, mas pode causar danos à autoestima de uma pessoa, por isso muitos procuram tratamentos para estrias.

Quais são os tipos de estrias?

As estrias podem ter diversas características. Veja abaixo os tipos existentes:

Tipos de estrias tratamento para estrias
Conheça os tipos de estrias e as melhores maneiras de tratamentos

Estrias em tom arroxeado ou avermelhada: As cores das estrias podem indicar se as mesmas são mais recentes ou se já tem muito tempo que apareceram e podem indicar se existe circulação de sangue na região.

Quando a elastina e as fibras de colágeno são rompidas, os pequenos vasos sanguíneos do nosso corpo começam a trabalhar para que o local se cicatrize. Nessa fase, os tratamentos estéticos e cremes podem atuar com maior eficácia no tratamento para estrias.

Estrias brancas/ esbranquiçadas: Essas já são estrias que estão na pele há mais tempo, são mais antigas. As estrias podem ter texturas, serem mais lisas e são profundas, chamadas de atróficas, ou mais ressaltadas na pele, chamadas de hipertróficas.

As marcas de estrias, principalmente as com maior tempo na pele não tem uma solução que apresente resultados 100%, mas tratamento para estrias muito bons ainda podem ser encontrados, tanto para prevenir quanto para reduzir.

Entenda as causas das estrias

A causa mais comum do aparecimento de estrias é o esticamento da pele e, como consequência, o aumento da cortisona no sistema circulatório. A cortisona é um hormônio natural, no entanto, ter muito desta substância pode fazer sua pele perder a elasticidade.

Muitas mulheres tem estrias durante a gravidez à medida que a pele se estica. As estrias podem aparecer quando você ganha ou perde peso rapidamente.

Outra forma de adquirir estrias é por adolescentes, quando estes tem um surto de crescimento muito rápido. Por vezes, algumas pílulas de corticosteroides podem causar estrias, diminuindo a capacidade da pele de se esticar.

Algumas síndromes também podem causar estrias como, por exemplo, a síndrome de Cushing, síndrome de Marfan, síndrome de Ehlers-Danlos, e outros distúrbios da glândula adrenal que podem causar estrias através do aumento da quantidade de cortisona em seu corpo.

Através da musculação, as pessoas podem adquirir estrias quando o músculo se desenvolve rápido, esticando de forma anormal a pele.

A etnia de uma pessoa também pode dar mais possibilidade ou menos de uma pessoa ter estrias, pessoas afrodescendentes tem menos chance de desenvolver estrias.

Você também pode gostar destes conteúdos:

Tratamento para estrias mais procurado

No mercado você encontra diversas formas de tratamento para estrias, veja abaixo os mais procurados:

Há o tratamento natural que é o menos invasivo e consiste basicamente em cremes e chás, uma dieta adequada e exercícios físicos, tudo isso produz resultados em longo prazo e é ideal para evitar que novas estrias apareçam. Vale lembrar que os tratamentos naturais só surtem um efeito desejado quando feitos no início do aparecimento das estrias, estas são as que ainda tem tom avermelhado.

O tratamento para estrias bastante procurado também é a remoção a laser. Esse procedimento é, atualmente, o que proporciona resultados mais eficazes. O laser é aplicado na pele para remover uma fina camada da pele que estão em volta das estrias. Algumas aplicações de lasers queimam e a região dói, por isso é necessário um tempo de repouso para reestruturar a pele.

Outros tipos de lasers, mais avançados, utilizam alta energia e com isso o tempo de repouso é menor e a recuperação mais rápida. Após a utilização do laser, a região pode ficar avermelhada, podem surgir bolhas ou ferimentos, mas isso é normal, com o tempo de repouso a pele vai voltando ao normal.

tratamento a laser tratamento para estrias
O tratamento a laser é um dos mais procurados para a remoção de estrias

As cirurgias são procedimentos mais invasivos, mas muito requisitados em tratamentos para estrias, esse procedimento é o mais eficaz para a remoção de estrias.

Caso as estrias se localizem na região do abdome esta tem um nome específico, a abdominoplastia, além de retirar as estrias, dá um novo forma a barriga do paciente, deixando-a mais reta, é um procedimento não muito acessível se comparado aos outros mencionados.

Como prevenir as estrias

A melhor forma de prevenir estrias e evitar enfrentar algum tratamento é realizar exercícios físicos regularmente e evitar o sobrepeso com uma dieta saudável e balanceada, não precisa se privar de alimentos mais gordurosos, a regra é não abusar destes.

O que é micropuntura e como funciona

Outra forma de evitar ou tratar as estritas é a micropuntura. Esse procedimento consiste em estimular a pele pelo aparelho demógrafo e este possui algumas agulhas. O aparelho trata cada região de forma individual, dando a mensagem ao corpo para regenerar aquela parte específica, então o próprio corpo trabalha por si só enviando os nutrientes necessários para a regeneração.

A micropuntura funciona e proporciona bons resultados se o tratamento for seguido corretamente e a pessoa não abandonar as seções.



O procedimento de micropuntura não é indicado para pessoas com pele negra, pois isso pode desencadear uma hiperpigmentação, piorando as estrias. Não é indicado para pessoas com doenças autoimunes, pois pode ter problemas na cicatrização. Não é indicado para pessoas que tem baixa imunidade e portadoras de doenças que causam baixa imunidade. Pessoas que usam anticoagulantes, diabéticos, gestantes, lactantes e derivados não podem realizar a micropuntura.

O procedimento causa uma leve dor na região aplicada que é suportável e o paciente se torna menos sensível a cada seção.

Cuidados após as sessões

Alguns cuidados devem ser tomados após as seções de micropuntura. Não se deve depilar a região por pelo menos 30 dias, evitar a exposição ao sol e ficar de repouso.

O preço por cada sessão de micropuntura varia de R$300,00 a R$500,00.

Gostou deste artigo sobre tratamento para estrias? Então deixe um comentário e curta O universo da saúde no Facebook!


Veja!

dor couro cabeludo

Dor no couro cabeludo: causas e tratamentos

A dor no couro cabeludo é uma sensação incômoda e parece que o couro está …