ULTRACAVITAÇÃO

Com a chegada do verão as pessoas sempre buscam pela boa forma física, para conseguir atingir esse resultado tão desejado, elas optam por academias, atividades físicas, readequação alimentar, remédios e também procedimentos estéticos (drenagem linfática, massagem modeladora, ultracavitação, entre outros).

A mídia cada vez mais tem promovido o padrão do corpo perfeito, geralmente através de modelos ou figuras famosas, com isso a população tem ficado ainda mais preocupada com a sua aparência.

Uma técnica bastante procurada em clínicas estéticas é a ultracavitação, um procedimento moderno e eficaz para eliminar a gordura indesejada.

Este artigo irá abordar o que é a ultracavitação, como funciona, quais os benefícios, efeitos colaterais, preços, indicações, contraindicações e ultracavitação com laser.

Saiba mais sobre a ultracavitação e esclareça suas dúvidas sobre o assunto.

O que é ultracavitação

A ultracavitação, também conhecida como lipocavitação, é um procedimento não invasivo, ou seja, não necessita de cirurgia, realizado para eliminar aquela gordura localizada que não sai com exercícios físicos, reduzir medidas e a celulite.

o que é ultracavitação
A ultracavitação é um procedimento não cirúrgico para a remoção de gordura acumulada no nosso corpo

O surgimento desse método foi por meio de estudos dos efeitos produzidos pelo ultrassom, onde este provoca a quebra da membrana das células adiposas, causando uma transformação da gordura em uma substância líquida, isso acaba resultando na eliminação mediante o sistema linfático e vias urinárias.

Essa técnica moderna não necessita de anestesias, cortes ou internações. É segura e eficaz, de modo que possui penetração direita, garantindo maior segurança ao paciente, além de resultados por mais tempo.

A recuperação da ultracavitação é de imediato, não sendo necessário utilizar remédios, cinta ou suporte. Depois que finalizado o procedimento o paciente poderá retorna a sua casa e as atividades cotidianas.

Como funciona a ultracavitação

Esse método ocorre através de um aparelho de ultrassom que incentiva a formação de microbolhas no tecido adiposo.

É feita uma pressão nas células gordurosas por meio dessas microbolhas, fazendo com que ela se quebre e transformando-as em uma substância líquida, onde são recolhidas através do sistema linfático e eliminadas pelo organismo naturalmente.

A ultracavitação é feita da seguinte maneira:

  • Primeiro a paciente deve deitar na maca com uma roupa intima;
  • A profissional aplicará um gel na área em que será realizado o procedimento (não dói e não será necessário depilar o local a ser tratado);
  • Logo após é passado um aparelho em movimentos circulares;
  • É normal ouvir um ruído durante a técnica, pois indica que o equipamento está funcionando;
  • A sessão tem o tempo estimado com cerca de 40 minutos, podendo variar dependendo da área do procedimento.

A ultracavitação é um tratamento inovador que traz excelente resultados, podendo diminuir em cada sessão entre 2 a 4 cm da gordura corporal.

É indicado que a cada procedimento seja realizado em até 4 horas depois, uma sessão de drenagem linfática e exercícios para assegurar a perda da gordura, evitando assim o seu desvio para outra parte do corpo.

Uma dúvida comum entre as pacientes é a quantidade de sessões necessárias para atingir os resultados esperados, porém o número irá depender da meta e desejo de cada uma, além da intensidade de gordura presente na região, podendo chegar até 10 sessões.

Quais os benefícios da ultracavitação

A ultracavitação é uma alternativa procurada por muitas mulheres que buscam melhorar seu corpo sem precisar passar por procedimentos cirúrgicos, uma vez que eles causam medo e até podem gerar riscos mais sérios.

Dentre os inúmeros benefícios que a lipocavitação pode proporcionar, listamos abaixo alguns deles:

  • Eliminação da gordura presente na superfície da pele e nas camadas mais profundas;
  • Pode ter resultados duradouros se a paciente não voltar a engordar devido a maus hábitos alimentares;
  • Retira a celulite decorrente do aumento de peso;
  • Aumenta a produção de colágeno;
  • A pele fica lisa, firme e sem marcas de cortes;
  • Modelar a silhueta afinando a cintura;
  • Serve como alternativa para o pré-operatório de uma lipoaspiração, o que evita o arroxeado na pele para os procedimentos cirúrgicos, onde é tirada uma grande quantidade de gordura;
  • Técnica rápida, segura e não causa dor.

Todas essas vantagens e resultados justificam porque a ultracavitação é bastante solicitada em clínicas de estética.

Quais os efeitos colaterais

A lipocavitação é considerada um tratamento seguro e eficaz, porém ela pode possui alguns poucos riscos. Veja abaixo:

  • Queimadura: se feita da forma incorreta pode gerar queimaduras na área do procedimento, pois com o atrito entre o equipamento e a pele a temperatura pode se elevar.

Esse risco pode ser evitado quando feito por uma profissional técnica especializada, onde ela realizará todo o método com a ajuda de um termômetro para controlar a temperatura da região.

  • Aumento do colesterol ruim: a ultracavitação estimula a liberação das células gordurosas da área em procedimento, fazendo com que essa gordura chegue a corrente sanguínea, consequentemente aumentando o colesterol e intensificando o surgimento de pressão alta ou problemas no coração.

· Pode não funcionar: como qualquer tratamento a ultracavitação pode não atingir os resultados desejados, pois o organismo de cada pessoa trabalha de maneira diferente, com isso tem resultados diferentes.

Ultracavitação indicações

A lipocavitação possui algumas indicações. São elas:

  • Pacientes com gordura localizada no abdômen, culote, pernas, braços, costas, joelhos, entre outras regiões, que não foram eliminadas através de dieta e exercícios físicos;
  • Pessoas com celulite, pois retira aquela aparência de casca de laranja;
  • Para indivíduos que desejam modelar a silhueta, diminuindo o volume do corpo;
  • Pacientes que irão realizar uma lipoaspiração.

Contraindicações

Para realizar a lipocavitação é necessário verificar as contraindicações abaixo, caso venha a possuir alguma delas entre em contato com o seu médico:

  • ​Durante a gravidez;
  • Diabetes;
  • Paralisia;
  • Colesterol alto;
  • Doença cardíaca;
  • Pressão alta;
  • Obesidade;
  • Epilepsia;
  • Caso possua ferimentos ou infecção na área a ser tratada;
  • Caso possua prótese, placas, DIU ou outros metais no corpo;
  • Se possuir varizes ou veias dilatadas no local a ser tratado;
  • Pacientes com problemas ou doença nos rins/fígado;
  • Pode aumentar o fluxo sanguíneo durante a menstruação.
contraindicação ultracavitação
A ultracavitação não deve ser realizada durante a gestação, pois pode causar complicações para o bebê

Você também pode gostar destes conteúdos:

Preço da ultracavitação

O preço da ultracavitação poderá ser diferente dependendo de cada região e tamanho do local que será tratado.

No estado do Rio de Janeiro pode ser cobrado por volta de R$ 150 para uma região com cerca de 10 centímetros.

Os resultados mais visíveis surgem entre 7 a 8 sessões, onde os pacotes podem variar entre R$ 290,00 a R$ 400,00, dependendo da quantidade de gordura da área e região do país.

Como é um método bastante requisitado, boa parte das clínicas estéticas do Brasil dispõe desse serviço.

Ultracavitação com laser

A lipocavitação com laser é ainda mais eficaz, de modo que diminui a flacidez, manchas, celulite e rosácea.

É apontado na ultracavitação um sistema a laser, onde possibilita os mesmos resultados de uma sala de operação.

O método dispõe de 2 funções primordiais: a primeira é a lipocavitação que retira a camada de gordurosa e diminui a silhueta do corpo, a outra é o laser que emite uma luz que causa uma tensão na pele, resultando na produção de colágeno, deixando a pele firme e bonita.

 

Gostou deste artigo sobre ultracavitação? Então deixe um comentário e curta O universo da saúde no Facebook!


5 (100%) 47 votes