Home / Tratamentos e Remédios Naturais / Vitaminas para o cérebro – saiba as principais vitaminas que seu cérebro necessita

Vitaminas para o cérebro – saiba as principais vitaminas que seu cérebro necessita

O cérebro é o órgão que comanda o corpo humano. Todas as funções essenciais para a vida são controladas por ele e por isso é preciso tomar cuidados essenciais, para manutenção desse centro de comando do organismo.

Existem vitaminas, chamadas de vitaminas para o cérebro, que são fundamentais nesse cuidado e na prevenção de doenças que desestabilizam as funções cerebrais e geram danos, muitas vezes irreversíveis, a saúde das pessoas.

Vamos tratar aqui de algumas das vitaminas para o cérebro.

O Betacaroteno

O betacaroteno é uma vitamina para o cérebro indispensável. Tem como função a melhora da memória e a preservação das células cerebrais ao longo tempo.

betacaroteno vitaminas para o cérebro
Adicionar os alimentos com betacaroteno a sua dieta pode ajudar a melhorar a sua saúde e ainda regular a alimentação

É convertido em vitamina A, após seu consumo, pelo organismo. Tem efeito antioxidante, combatendo os radicais livres que destroem as células do cérebro, atua no metabolismo de gorduras e fortalece o sistema imunológico. A falta de betacaroteno gera problemas de visão e de crescimento nas em crianças.

É o betacaroteno que dá aos alimentos a coloração amarelada e alaranjada e o cozimento e gordura potencializam os seus efeitos Ele é encontrado em legumes como a cenoura, abóbora e frutas como melão, mamão e manga.

Temperar e refogar os legumes que possuem esse carotenoide (pigmento), em azeite ajuda na sua absorção.

Você também pode gostar destes conteúdos:

Vitaminas do complexo B

As vitaminas do complexo B são importantes vitaminas para o cérebro, entre elas o destaque vai para as vitaminas B1, B6, B9 e B12 que garantem o funcionamento adequado do cérebro.

A vitamina B1, também chamada de Tiamina, é uma vitamina para o cérebro que age evitando a deterioração da memória e o envelhecimento do cérebro, melhora o ânimo de quem sofre depressão, auxilia no processo de absorção de energia e a mantê – la  no corpo, facilita funções cardiovasculares, na boa visão e no fortalecimento do sistema imunológico.

A Tiamina faz parte da formação ATP (trifosfato de adenosina), isto é, moléculas presentes nas células do corpo que são fontes de energia. Contudo, o corpo não armazena a vitamina B1 e as outras do complexo B, por serem hidrossolúveis e precisam, com isto, serem repostas diariamente.

A Tiamina é uma vitamina para o cérebro, facilmente destruída em seu processamento, desde o armazenamento até o cozimento, portanto, seu consumo deve ser diário para garantir sua reposição no organismo.

A vitamina B6, conhecida como piridoxina, é outra fundamental vitamina para o cérebro que favorece a formação de neurotransmissores como a dopamina, epinefrina, norepinefrina, GABA e acetilcolina, que transmitem os sinais produzidos nos neurônios.

A dopamina tem efeito sobre o humor, trabalhando o circuito de recompensa; a epinefrina e norepinefrina interferem nos estados de ansiedade e trabalham os sistemas de alerta; o GABA regula os estados de inquietação, reduzindo o estresse e a angústia; e a acetilcolina vai agir sobre os processos de memória.

A piridoxina é uma auxiliar na absorção da vitamina B12, necessária para o desenvolvimento cognitivo. Ela controla os níveis de homocisteína no cérebro, que causam danos aos neurônios e ainda tem papel importante na fabricação de serotonina, que em níveis muito baixos, causam TDHA (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade).

A falta, no organismo, dessa vitamina para o cérebro, facilita o surgimento de quadros depressivos e obsessivos que vão gerar desequilíbrio emocional e dificuldade para dormir.

A vitamina B6 é encontrada no gérmen de trigo, arroz, batata, peru, vitela, frango, cordeiro, ovos, leite e derivados, porco, frutos do mar, lentilhas, pimentões e nozes.

A vitamina B9, conhecida como “ácido fólico”, é outra vitamina para o cérebro do complexo B, que favorece a preservação das funções cerebrais, auxilia na formação de glóbulos vermelhos que tornam mais rápido o transporte de oxigênio ajudando o funcionamento correto do cérebro.

Essa vitamina para o cérebro influencia na formação de neurotransmissores e ajuda na produção de serotonina que estimula a saciedade e o bem estar. Durante a gravidez, a mulher tem uma maior necessidade de vitamina B9, por isso seu consumo deve ser intensificado nesse período.

A falta do “ácido Fólico” pode causar anemia, fraqueza, depressão, demência, esquecimento, cansaço, prejudica o desenvolvimento celular e facilita a ocorrência do AVC.

A deficiência dessa vitamina para o cérebro tem como causas uma dieta deficiente, problemas de absorção pelo intestino, a gravidez, anemia megaloblástica, leucemia, uso abusivo de álcool, uso de contraceptivos orais, anti – inflamatórios, antiácidos, uso de fenitoína e sulfadiazina.

A vitamina B9 é encontrada em legumes, cereais integrais, aveia, aspargo, em frutas como a banana, laranja, melão, abacate e frutos secos, principalmente o amendoim.

Por fim a vitamina B12 ou cobalamina, é protetora do sistema nervoso central e do cérebro. Ela ajuda na manutenção da saúde das células nervosas e na formação da cobertura protetora dos nervos. Se os níveis dessa vitamina estiverem baixos no organismo, haverá comprometimento das funções cognitivas.

A vitamina B12 contribui para formação das células e dos ácidos graxos (fonte de energia das células) e ajuda na absorção de inúmeras substâncias. Ela é a vitamina para o cérebro que protege a memória de curto prazo e age na velocidade do pensamento.

Ela é produzida por micro- organismos que vivem no intestino grosso tanto de animais quanto de humanos. É encontrada em carnes, frango, peru, truta, salmão, amênjoas, cereais integrais, ovos e derivados e vísceras de animais, especialmente o fígado de vaca ou de porco.

A falta da vitamina B12 causa anemia, fraqueza, constipação, falta de apetite, perda da memória e confusão mental, tristeza recorrente, falta de equilíbrio e formigamento nos pés e mãos.

Vitamina C

É uma vitamina para o cérebro que age como antioxidante protegendo o cérebro contra processos degenerativos e oxidativos (morte das células) que ocorrem com o passar do tempo.

vitamina C vitaminas para o cerebro
A vitamina C ajuda na função cerebral, mas também mantêm as suas células saudáveis e ajuda a mante-las vivas

Ela vai ajudar na absorção de ferro, fundamental para a memória e atenção. É um antidepressivo natural porque aumenta os níveis de serotonina no cérebro.

Protege o corpo dos efeitos prejudiciais causados pela poluição. Ajuda na imunidade, pele saudável e ossos mais resistentes. A falta de vitamina C é causa do aparecimento do escorbuto que diminui a resistência do organismo às infecções e causa hemorragias.

A vitamina C é encontrada em frutas cítricas e vegetais verdes. Seu consumo deve ser maior em bebês e idosos que estão propensos a perdas mais rápidas dessa vitamina e em gestantes para garantir um desenvolvimento saudável do feto.

É importante procurar um médico e um nutricionista para fazer uma avaliação dos níveis dessas vitaminas para o cérebro e de outras vitaminas também importantes para o bom funcionamento do cérebro e do corpo.

Manter uma alimentação saudável auxilia na aquisição da quantidade necessária das vitaminas para o cérebro e dos nutrientes fundamentais para a qualidade de vida.

 

 

Gostou deste artigo sobre vitaminas para o cérebro? Então deixe um comentário e curta O universo da saúde no Facebook!


About Portal Universo da Saúde

Universo da Saúde - Um portal com conteúdos de qualidade sobre saúde, doença, causas, tratamentos, remédios caseiros e cuidados. Aproveite nossos conteúdos gratuitos e tome cuidado com a sua saúde.

Check Also

dor couro cabeludo

Dor no couro cabeludo: causas e tratamentos

A dor no couro cabeludo é uma sensação incômoda e parece que o couro está …